EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Itália, Bélgica, Letônia: quais os países europeus que mais reciclam?

Metade dos resíduos domésticos da UE é reciclado. Quais países estão na frente?
Metade dos resíduos domésticos da UE é reciclado. Quais países estão na frente? Direitos de autor Canva
Direitos de autor Canva
De  Servet Yanatma
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Os países da UE aumentaram significativamente as taxas de reciclagem, mas a velocidade deste avanço está a diminuir, alertam os especialistas

PUBLICIDADE

O cidadão médio da UE gerou 4,8 toneladas de resíduos em 2020, mas apenas 38% deles foram reciclados.

A reciclagem do nosso lixo é uma forma crucial de reduzir o consumo de recursos primários, substituindo-os por materiais secundários.

A caminho de uma economia totalmente circular, como estão os países europeus na gestão de resíduos? Quantos resíduos são gerados e reciclados por habitante na Europa? Quais os países europeus que mais reciclam?

É complicado vasculhar as pilhas de dados para obter respostas, mas definir diferentes definições nos ajuda a avaliar os desafios de resíduos do continente.

As famílias produzem apenas 9 % do total de resíduos

Em 2020, o total de resíduos gerados na UE por todas as atividades econômicas e residências ascendeu a 2.154 milhões de toneladas ou 4.815 kg por pessoa.

As famílias geraram apenas 9,4% do total de lixo.

A construção (37,5 %) e as minas e pedreiras (23,4 %) são os grandes responsáveis pelos resíduos produzidos, gerando mais de 60 % do total de resíduos na UE. Resíduos e serviços de água representaram 10,8 %, e a manufatura representou 

10,6 %.

Alemanha e França geram um terço dos resíduos da UE

A Alemanha (401 milhões de toneladas) e a França (310 milhões de toneladas) foram os que mais contribuíram para a quantidade total de resíduos produzidos na UE. A partir de 2020, esses dois países foram responsáveis por um terço dos resíduos da UE com 19% e 14%, respectivamente.

O Reino Unido (282 milhões de toneladas), ex-membro do bloco, produziu a terceira maior quantidade de resíduos, seguido pela Itália (175 milhões de toneladas) e Polónia (170 milhões de toneladas).

Como os resíduos de mineração são um dos maiores fluxos de resíduos na UE, excluí-los permite-nos comparar mais facilmente os países de acordo com o Eurostat, a entidade oficial de estatísticas da UE.

São geradas 4,8 toneladas de resíduos por habitante da UE

Em 2020, foram produzidos o equivalente a 4,8 toneladas de resíduos por habitante da UE. Este valor inclui 3.080 kg de resíduos minerais importantes e 1.735 kg de resíduos de outras origens. Em outras palavras, 64 % dos resíduos na UE são provenientes da mineração, incluindo estéril e rejeitos (o material restante de um minério).

Os resíduos gerados por pessoa variaram de 1,5 toneladas na Croácia a 21 toneladas na Finlândia, entre os estados membros da UE, de acordo com os números mais recentes.

A Bulgária (16,8 toneladas) e a Suécia (14,7 toneladas) seguiram a Finlândia. Os números na Alemanha e na França ficaram muito próximos da média da UE de 4,8 toneladas.

A taxa de reciclagem da UE é de cerca de 40 %

Em 2020, a participação da reciclagem no tratamento total de resíduos foi de 39,9% na UE. A taxa de reciclagem variou consideravelmente de 5,2% na Roménia a 83,2% na Itália.

A taxa de reciclagem foi superior à média da UE na França (54,2%) e na Alemanha (44%), os dois países líderes em termos de maiores quantidades de resíduos gerados.

A participação da reciclagem no tratamento total de resíduos foi consideravelmente menor na Finlândia (9,5 por cento), onde os resíduos gerados per capita foram os mais altos entre todos os estados membros da UE. Este número também foi baixo na vizinha Suécia (11,9 por cento).

O conjunto de dados do Eurostat não inclui o Reino Unido, mas de acordo com o Office for National Statistics, a parcela de “reciclagem e outras recuperações” foi de 50,4% no Reino Unido em 2018. O preenchimento (6,6%) não está incluído no gráfico.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Posso reciclar isto? Especialistas aconselham o que pode ou não colocar no lixo

Construtor ucraniano quer reconstruir o país com betão reciclado

Coca-Cola argentina debaixo de fogo devido à reciclagem