EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Bélgica: Detidos três dos sequestradores em Gent

Bélgica: Detidos três dos sequestradores em Gent
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Na Bélgica, foram detidos três dos quatro alegados autores de um sequestro durante a manhã desta segunda-feira, na cidade de Gent. Por volta das

PUBLICIDADE

Na Bélgica, foram detidos três dos quatro alegados autores de um sequestro durante a manhã desta segunda-feira, na cidade de Gent.

Por volta das oito da manhã, hora local, a polícia recebeu o alerta: quatro homens armados tinham entrado num apartamento de um bairro operário da cidade e tinham feito reféns. Mais tarde ficou a saber-se que se tratou apenas de um refém.

A proprietária de uma papelaria do bairro onde ocorreu o sequestro, explicou que “um homem entrou no estabelecimento, de pijama, a pedir ajuda para chamar a polícia porque tinham entrado no apartamento onde vive quatro homens armados e tinham feito refém um amigo”.

Cerca de quatro horas depois, 20 agentes das forças especiais conseguiram entrar pela casa e deter três homens. Não foram divulgadas informações sobre o quarto suspeito e sobre o refém.
Este caso, que agora está a ser investigado, pode estar relacionado com tráfico de drogas, como explicou a porta-voz das autoridades locais, Annemie Serlippens: “dois ou três dos envolvidos já estão referenciados por causa deste tipo de crime.”

O bairro é um dos mais problemáticos da cidade do norte do país e os moradores garantem que sempre houve problemas. “Esta não foi a primeira vez, nem será a última”, sublinha um dos residentes.

A correspondente da euronews, Audrey Tilve lembra que apesar das ligações que foram de imediato feitas com o sequestro de Sydney e a divulgação nas redes sociais, em nenhum momento as autoridades de Gent puseram a hipótese de terrorismo. Uma pista que foi claramente descartada.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Stoltenberg pede a membros da NATO que reconsiderem limites no envio de armas para a Ucrânia

Netanyahu reconhece que morte de civis em ataque israelita a Rafah foi um "incidente trágico"

Eleições europeias: O que é que os eleitores querem e o que é que os candidatos prometem?