União Europeia quer travar abusos da isenção de vistos

União Europeia quer travar abusos da isenção de vistos
Direitos de autor 
De  Euronews com LUSA
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Os ministros da Administração Interna da União Europeia chegaram a acordo sobre medidas para suspender a isenção de vistos com países terceiros de forma mais fácil e rápida. Na reunião desta sexta-fei

PUBLICIDADE

Os ministros da Administração Interna da União Europeia (UE) chegaram a acordo sobre medidas para suspender a isenção de vistos com países terceiros de forma mais fácil e rápida.

Na reunião desta sexta-feira, em Bruxelas, os ministros disseram que a preocupação pública com a migração deve ser tida em conta.

Klaas Dijkhoff, governante da Holanda, país que preside à UE, disse que “a liberdade dada pela isenção de visto tem muitas vantagens tanto para os Estados-membros da UE como para os países terceiros que não precisam de visto de curta duração. Mas sempre dissemos que não devemos permitir que essa liberdade para os turistas e viajantes de negócios seja abusada”.

Os ministros disseram, ainda, que as regras sobre novos acordos não devem ser aligeiradas, evidenciando que a negociação sobre a isenção de vistos com a Turquia está para durar.

Isto, apesar de poder colocar em causa o acordo sobre intercâmbio de refugiados assinado, em março, com o governo de Ancara.

Assim como a Turquia, a UE está atualmente a trabalhar na isenção de vistos para os cidadãos da Ucrânia, Geórgia e Kosovo.

Entre os países que já gozam desse benefício estão o Japão, os Estados Unidos da América, a Coreia do Sul, a Venezuela, Israel e o Canadá.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Guerra na Ucrânia: qual o impacto do pacote de 61 mil milhões de dólares dos EUA?

UE lança inquérito sobre aquisição de dispositivos médicos produzidos na China

Colheitas de fruta em risco: "Chegámos a ter temperaturas de 30º, de repente ficámos abaixo de zero"