Cimeira Europeia: Cameron garante que não quer virar as costas à Europa

Cimeira Europeia: Cameron garante que não quer virar as costas à Europa
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

A fotografia de família desta Cimeira Europeia tem um significado especial.

PUBLICIDADE

A fotografia de família desta Cimeira Europeia tem um significado especial.
Deve ser uma das últimas de David Cameron num encontro de chefes de Estado e de governo da União Europeia. É a fotografia de uma Cimeira em que discute um divórcio.

À entrada para o encontro, o ainda primeiro-ministro britânico, David Cameron sublinhou que “estamos a sair da União Europeia mas não podemos virar as costas à Europa. Estes países são nossos vizinhos, nossos amigos, nossos aliados, nossos parceiros. Espero que consigamos manter esta relação o mais próxima possível a nível comercial, de cooperação e segurança”.

Cameron não quer ficar com o estatuto do Primeiro-ministro que invocou o artigo 50 do Tratado Europeu. Mas os líderes do bloco querem acelerar o processo.

O presidente do Conselho, Donald Tusk garantiu que “a Europa está pronta para começar o proxesso de divórcio já hoje. Sem qualquer entusiasmo, como podem imaginar, este não é o cenário com que sonhámos. Mas tenho de sublinhar que sem a notificação do Reino Unido, não vamos começar qualquer negociação do processo de divórcio e das futuras relações”.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Lei da "influência estrangeira" afasta Geórgia da UE, alerta Charles Michel

Presidente do Conselho Europeu alerta para "horas críticas" nos ataques Israel-Irão

Cimeira: Líderes querem criar novo "pacto de competitividade" para a UE