EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

NATO envia 4 mil soldados para conter ofensivas da Rússia

NATO envia 4 mil soldados para conter ofensivas da Rússia
Direitos de autor 
De  Isabel Marques da Silva com LUSA
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Dois anos depois do início das incursões da Rússia na Ucrânia, a NATO dá resposta no terreno com o envio de quatro batalhões, com mil soldados cada um, para o flanco leste da…

PUBLICIDADE

Dois anos depois do início das incursões da Rússia na Ucrânia, a NATO dá resposta no terreno com o envio de quatro batalhões, com mil soldados cada um, para o flanco leste da Aliança.

Estónia, Letónia, Lituânia e Polónia recebem os reforços, resultantes de um acordo entre os 28 países, que será assinado pelos líderes numa cimeira, no final da semana, em Varsóvia.

O secretário-geral da Aliança refere, contudo, que a organização pretende retomar o diálogo com o regime de Moscovo.

Jens Stoltenberg disse que “estamos a trabalhar com a Rússia no sentido de realizar outra reunião do conselho NATO-Rússia logo após a cimeira, na qual a transparência e redução de risco devem ser tema importante”.

O reforço da NATO a leste é o maior desde o fim da Guerra Fria. A Rússia classificou esta decisão como uma “corrida às armas”, tendo já prometido responder à letra, com envio de mais tropas para a região.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Zelenskyy agradece aos EUA e ao Japão pelos pactos de segurança "históricos" no primeiro dia da cimeira do G7

Europa afetada por ondas de calor, tempestades e inundações

"Não sei como vamos sobreviver a este inverno" - Reconstrução da Ucrânia centrada na energia