"Breves de Bruxelas": migração na Hungria e referendo na Turquia

"Breves de Bruxelas": migração na Hungria e referendo na Turquia
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Depois da União Europeia (UE), chegou a vez das Nações Unidas criticarem a política de migração na Hungria.

PUBLICIDADE

Depois da União Europeia (UE), chegou a vez das Nações Unidas criticarem a política de migração na Hungria. O Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (ACNUR) pede aos Estados-Membros da UE para não enviarem requerentes de asilo para a Hungria.

O governo de Budapeste aprovou, no mês passado, uma lei que prevê a detenção sistemática de todos os migrantes. A ACNUR exorta a UE a suspender a aplicação das regras de Dublin na Hungria. Trata-se de um sistema europeu que prevê que os requerentes de asilo sejam processados no primeiro Estado-membro da UE onde chegaram.

Neste programa que passa em revista a atualidade europeia diária destacamos, ainda, que os eleitores turcos serão convidados a votar no referendo sobre uma reforma constitucional, a 16 de abril.

A questão colocada aos cidadãos é se estão ou não de acordo com o reforço dos poderes do Presidente. Esta votação controversa dividiu a comunidade turca na Bélgica.

Para terminar, recordamos que os líderes de sete países do sul da União Europeia, incluindo Portugal, se reuniram, ontem, em Madrid, e enfatizaram a necessidade de compromisso com a integração europeia.

Durante a reunião também foi discutida a situação na Síria. O grupo considerou “compreensível” a decisão norte-americana de atacar uma base militar síria após o alegado ataque químico, na passada terça-feira, no noroeste do país.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Nicolas Schmit nomeado cabeça de lista pelos socialistas para as eleições europeias

Euronews em força nas eleições europeias que vão marcar uma era

O que faz o Parlamento Europeu?