Ansiedade britânica e tensões na Irlanda do Norte: O Brexit ganha corpo

Ansiedade britânica e tensões na Irlanda do Norte: O Brexit ganha corpo
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Há um ano, o Brexit ganhava corpo. O futuro tornou-se incerto para milhões de cidadãos. E muitos receiam uma nova instabilidade na Irlanda do Norte.

Há um ano, a maioria dos eleitores britânicos votava pelo afastamento da União Europeia. O Brexit não vai acontecer de um dia para o outro. Mas as consequências já são palpáveis e a incerteza instalou-se entre britânicos e outros cidadãos europeus.

Theresa May anunciou que os cidadãos da União Europeia a viver há mais de 5 anos no Reino Unido poderão ficar no país. A polémica estalou e os critérios continuam a ser muito vagos. E no que toca à economia? Que farão os empresários britânicos que importem da Europa, por exemplo, perante o aumento dos preços à medida que a libra desce? O que é que tudo isto significa para a Irlanda da Norte e as trocas comerciais com o Estado-membro a sul, a República da Irlanda?

Fomos falar com cidadãos diretamente afetados pelo que está a acontecer: britânicos, irlandeses, portugueses, romenos… A lista é extensa. Na nossa primeira reportagem – Quem tem medo do Brexit? -, Valérie Gauriat aborda trabalhadores e empresários que já estão a sentir o impacto das mudanças.

Excellent (et triste) cartoon sur le début des négociations sur le #Brexitpic.twitter.com/ZSBWokQ0Mn cc MarionVanR</a> <a href="https://twitter.com/AlexTaylorNews">AlexTaylorNews

— Alexis Karklins (@alexiskarklins) 20 juin 2017

A segunda reportagem leva-nos até à Irlanda do Norte, que se prepara para deixar a União Europeia, e à República da Irlanda, que é um Estado-membro. A livre circulação de pessoas e mercadorias nesta fronteira vai provavelmente deixar de ser realidade após o Brexit. Se juntarmos o fator político à equação, temos a receita para a instabilidade. As reivindicações para a reunificação vão agravar-se? As tensões vão renascer? Os acordos de paz pressupõem a integração de ambas as partes na União Europeia. Hans von der Brelie foi à procura de respostas: Irlanda do Norte: Longe de Bruxelas, perto da turbulência.

Avec le deal entre Theresa May et le DUP, menace de réaction en chaîne en Irlande du Nord… #GoodFridayAgreementhttps://t.co/GlyRZVfhZA

— alegal (@alegal2) 17 juin 2017

Também conversámos com Charles Grant, diretor do Centro para a Reforma Europeia, um especialista que estuda as relações entre Londres e Bruxelas (ver “O Brexit ‘será bastante penoso’” e “Como é que Londres pode arbitrar de forma neutra?”).

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"Como é que Londres pode arbitrar de forma neutra?"

Irlanda do Norte: Longe de Bruxelas, perto da turbulência

Quem tem medo do Brexit?