EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Comissão Europeia quer acabar com lixo no Mar

Plástico no mar ou oceano
Plástico no mar ou oceano
Direitos de autor 
De  Ricardo Borges de Carvalho
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Bruxelas apresentou hoje um pacote de medidas para acabar com o plástico nos 10 produtos descartáveis que representam 70% da poluição marítima na UE. Entre eles estão cotonetes, garrafas, talheres ou embalagens de comida.

PUBLICIDADE

A Comissão Europeia quer acabar com as garrafas e outros plásticos no fundo do mar.

Bruxelas apresentou por isso esta segunda-feira um pacote de medidas que inclui a proibição de usar plástico nos 10 produtos descartáveis mais utilizados e que representam 70% dos resíduos marítimos na União Europeia.

Entre esses produtos estão cotonetes, louça descartável, embalagens de comida, garrafas ou pensos higiénicos.

Se já existirem alternativas acessíveis em termos de preço, os produtos de plástico descartáveis serão proibidos. Se não houver alternativa, o objetivo é encontrar formas de reduzir o consumo em cada país,

As organizações e associações ambientalistas alertam para a falta de metas específicas nesta proposta, mas saúdam a iniciativa.

Ariadna Rodrigo da ONG Rethink Plastic Alliance reconhece que "é a primeira vez no mundo que vemos uma proposta que quebra efetivamente com o molde e transforma a União Europeia na campeã ambiental para um problema global."

A Comissão impõe também que até 2025, os Estados-Membros recolham 90% das garrafas de plástico descartáveis, implementando por exemplo regimes de restituição de depósitos.

Propostas que serão agora transmitidas ao Parlamento e ao Conselho Europeu para ser discutidas e adotadas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tecnologia para acabar com o lixo no Pacífico

Hungria desafia uma restauração "sem plástico" no mês de julho

UE: Le Pen, Wilders e aliados debatem formação de supergrupo de extrema-direita