EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Mutagénese deve respeitar legislação europeia

Mutagénese deve respeitar legislação europeia
Direitos de autor 
De  Isabel Marques da Silva com AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

A nova técnica conhecida como mutagénese permite criar organismos geneticamente modificados e deve, portanto, estar sujeita aos mesmos regulamentos europeus existentes para esse tipo de alteração biológica, decidiu o Tribunal de Justiça da União Europeia.

PUBLICIDADE

A nova técnica conhecida como mutagénese permite criar organismos geneticamente modificados e deve, portanto, estar sujeita aos mesmos regulamentos europeus existentes para esse tipo de alteração biológica.

A decisão, quarta-feira, pelo Tribunal de Justiça da União Europeia é a reposta à queixa apresentada por uma organização francesa, Confédération Paysanne.

Os organismos geneticamente modificados convencionais são derivados da introdução de um gene externo numa semente. A mutagênese permite modificar o genoma de uma espécie viva sem a inserção de ADN estranho.

Estas técnicas permitem o desenvolvimento de variedades de sementes resistentes a certos herbicidas usados na agricultura, cujos potenciais malefícios para a saúde humana são debatidos há vários anos.

A organização ambientalista Greenpeace saudou a decisão, porque obriga as empresas que usam esta a técnica a cumprir os requisitos de avaliação de risco, rastreabilidade e rotulagem existentes na legislação da UE relativa aos organismos geneticamente modificados.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Bruxelas quer que sejam Estados-membros a decidirem sobre OGM

Eleições europeias: O que é que os eleitores querem e o que é que os candidatos prometem?

Sánchez sobre reconhecimento da Palestina: "Não é uma decisão que adotamos contra alguém"