Portugal envia dois nomes para nova Comissão Europeia

Portugal envia dois nomes para nova Comissão Europeia
Direitos de autor 
De  Isabel Marques da Silva
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Portugal envia dois nomes para nova Comissão Europeia

PUBLICIDADE

O governo de António Costa tem afirmado que a promoção da paridade de género em todas as áreas, incluindo a política, deve ser uma prioridade no programa da União Europeia até 2024. Assim, o primeiro-ministro português escolheu um homem e uma mulher como potenciais candidatos à Comissão Europeia.

Um dos nomes é Pedro Marques, recém-eleito eurodeputado e que foi ministro das Infraestruturas até às eleições europeias.

O outro é Elisa Ferreira, atualmente vice-governadora do Banco de Portugal, que foi eurodeputada e ministra do Ambiente e do Planeamento em governos de António Guterres.

Segundo o jornal Público, o governo português vê Pedro Marques como o principal candidato e gostaria que tivesse a pasta do Desenvolvimento Regional, que lida com os fundos comunitários

Mas se a presidente eleita da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, exigir que Portugal tenha uma mulher no colégio - o que nunca aconteceu desde que o país é Estado-membro -, Costa vai sugerir a pasta dos Assuntos Económicos e Financeiros para Elisa Ferreira, que deu provas de competência nessa matéria, no Parlamento Europeu, durante a crise do euro.

Caberá a Ursula vand der Leyen analisar os prós e os contras desta dupla, tendo em conta o seu desejo de ter uma comissão com 50% de mulheres e perfis com provas dadas para as pastas que lhes serão atribuídas, de forma a passarem no crivo das audições no Parlamento Europeu.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Vão faltar mulheres na Comissão Europeia?

Ursula von der Leyen conquista a Comissão Europeia

Comandante das Forças Armadas do Quénia morre em acidente de helicóptero