This content is not available in your region

"Estado da União": Crise na Ucrânia e segurança energética em destaque

Access to the comments Comentários
De  Euronews
"Estado da União": Crise na Ucrânia e segurança energética em destaque
Direitos de autor  Andriy Dubchak/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.

A crise na Ucrânia atingiu uma nova etapa esta semana quando o presidente dos EUA, Joe Biden, aprovou o envio de cerca de três mil soldados adicionais para a Europa do leste.

As tropas - que incluem mil efetivos que já se encontram na Alemanha - irão para a Polónia e para a Roménia, de acordo com o Pentágono.

Para tranquilizar os aliados da NATO na Europa do leste, Washington disse que não enviará tropas para a Ucrânia em caso de invasão russa.

Não está claro como é que a Ucrânia reagiu a esse anúncio, mas o governo de Kiev, cada vez mais impaciente, pressionou o **Ocidente **e, especialmente, a União Europeia para mostrar as respetivas cartas e revelar as sanções planeadas contra a Rússia.

O assunto está em destaque nesta edição de "Estado da União", onde também analisamos o facto de sanções duras contra a Rússia poderem vir a ter, eventualmente, consequências inesperadas para a segurança energética da Europa.