EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Europa no "epicentro" de surto de varíola dos macacos, diz OMS

Grande parte dos casos de varíola dos macacos estão na Europa
Grande parte dos casos de varíola dos macacos estão na Europa Direitos de autor Cynthia S. Goldsmith, Russell Regner/CDC via AP, File
Direitos de autor Cynthia S. Goldsmith, Russell Regner/CDC via AP, File
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

De forma preocupante, a doença continua em expansão no velho continente

PUBLICIDADE

A Europa continua no "epicentro" de um surto global de varíola dos macacos, assegurou, na quarta-feira, a representação europeia da Organização Mundial da Saúde (OMS).

25 países relataram mais de 1500 casos na região – 85% do total global, diz a OMS.

"A magnitude deste surto representa um risco real. Quanto mais tempo o vírus circular, mais estenderá o seu alcance e mais forte será a presença da doença em países não endémicos", referiu o diretor regional da OMS para a Europa, Hans Kluge.

Apelou a que os pacientes com casos suspeitos ou confirmados sejam isolados até que os sintomas estejam ultrapassados.

A maioria dos casos de varíola dos macacos conhecidos foi reportada entre homens que têm relações sexuais com homens com muitos pacientes - embora não todos - a referir múltiplos parceiros sexuais, acrescentou Kluge.

No entanto, apelou à não-estigmatização de certas comunidades, dizendo que o vírus não estava "ligado a um grupo específico."

Também enfatizou que existem "quantidades limitadas de vacinas e antivirais contra a varíola dos macacos e dados limitados sobre seu uso".

"A vacinação em massa não é recomendada ou necessária neste momento", ressalvou, pedindo aos países que não usem uma abordagem individualista em primeiro lugar.

“Peço aos governos que combatam a varíola dos macacos sem repetir os erros da pandemia – e que mantenham a equidade no centro de tudo o que se faz.”

Um apelo verbalizado um dia depois de a União Europeia anunciar a compra de 110 mil doses da vacina contra a varíola dos macacos.

A Organização Mundial da Saúde considerou o surto global de varíola dos macacos "incomum e preocupante." Na próxima semana decidirão se vão declarar o surto uma emergência de saúde global.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Aumentam as mortes por varíola dos macacos

OMS declara varíola dos macacos como emergência sanitária global

Rússia continua ataques a Kharkiv enquanto tropas ucranianas recuperam terreno