EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

#The Cube: A Turquia e o Irão declararam mesmo guerra a Israel?

Sophia Khatsenkova verifica a alegada declaração de guerra de Turquia e Irão a Israel
Sophia Khatsenkova verifica a alegada declaração de guerra de Turquia e Irão a Israel Direitos de autor Euronews
Direitos de autor Euronews
De  Sophia Khatsenkova com AP
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied
Artigo publicado originalmente em inglês

Numa altura em que a guerra entre Israel e o Hamas ameaça alastrar-se, nas redes sociais afirmam haver já uma declaração de guerra. A jornalista Sophia Khatsenkova verifica os factos

PUBLICIDADE

Nos últimos dias, um vídeo que alegadamente mostra a Turquia a deslocar um navio de guerra em direção a Gaza para defender os palestinianos dos ataques israelitas tem sido partilhado massivamente na rede social X, anteriormente conhecida como Twitter.

"A Turquia deslocou um navio de guerra em direção a Gaza, dizendo que iria defender Gaza contra Israel, à medida que as tensões aumentam no Médio Oriente. Isto está a ficar interessante", tweetou uma conta.

A alegação surgia ao mesmo em que o presidente turco Recep Tayyip Erdoğan disse, a 25 de outubro, que o Hamas não era uma organização terrorista e cancelou uma viagem planeada a Israel, agravando as tensões já existentes entre Ancara e Telavive.

Ao fazer uma pesquisa de imagem inversa, descobrimos que o vídeo está mal legendado.

O vídeo original foi publicado no YouTube há cerca de 10 anos e mostra um veículo aéreo não tripulado de combate dos EUA a realizar um teste de voo e aterragem num navio de guerra.

No vídeo enganador, foi acrescentado um logótipo da CNN para levar os utilizadores das redes sociais a acreditar que se tratava de uma notícia legítima.

Quanto ao áudio, verificámos que também foi retirado de uma notícia real do WION, um canal noticioso de língua indiana e inglesa, tendo sido reeditados alguns pormenores importantes.

Numa declaração, a Direção de Comunicação da Presidência turca também negou as alegações apresentadas na notícia falsa.

"A alegação feita por várias publicações nas redes sociais através de imagens que mostram um 'navio de guerra turco a caminho da Palestina' é falsa", escreveu um porta-voz do governo de Ancara.

O Irão não hasteou um "apelo à guerra"

A segunda alegação viral que vimos ser amplamente partilhada no X é que o Irão também declarou guerra a Israel.

Muitos utilizadores partilharam imagens de uma bandeira negra hasteada sobre a cúpula dourada do santuário iraniano Imam Reza, um local sagrado para os muçulmanos xiitas situado no nordeste do país.

"Isto é um apelo à guerra ou à vingança", disse um utilizador do X, conhecido por espalhar teorias da conspiração.

"Uma bandeira negra é hasteada sobre o santuário do Imã Reza no Irão pela primeira vez na história... Isto tem todos os ingredientes da 3ª Guerra Mundial", escreveu outro utilizador.

Mas, depois de alguma investigação, verificou-se que esta bandeira negra não é um apelo à vingança ou à guerra. 

De facto, na página de Facebook do santuário, é descrita como uma "bandeira de luto" que foi erguida em resposta à explosão mortal que abalou um hospital em Gaza. no dia 17 de outubro.

▪️Mourning flag over the dome of Imam Reza's shrine 🏴 In an unprecedented gesture and by the order of the custodian of...

Posted by The Holy Shrine of Imam Reza A.S. on Tuesday, October 17, 2023

Ao contrário do que afirmam os utilizadores das redes sociais, não foi a primeira vez que o santuário do Imã Reza hasteou uma bandeira negra.

A bandeira é hasteada anualmente para assinalar um período de luto pelo Imã Hussein, o neto do Profeta Maomé, de acordo com os meios de comunicação social estatais iranianos.

Em abril de 2023, o santuário hasteou a mesma bandeira negra para comemorar o Imã Ali, também considerado um mártir no Islão xiita.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Irão apresenta "Fattah II", o primeiro míssil hipersónico do país

The Cube: Conta falsa da Mossad divulga conteúdo violento anti-palestiniano

Governo de Israel manda retirar diplomatas da Turquia para "reavaliar as relações"