EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Novo código de conduta para aumentar confiança na campanha eleitoral europeia

Representantes dos partidos no Parlamento Europeu que assinaram o código de conduta
Representantes dos partidos no Parlamento Europeu que assinaram o código de conduta Direitos de autor Lukasz Kobus/ EC - Audiovisual Service
Direitos de autor Lukasz Kobus/ EC - Audiovisual Service
De  Gregoire Lory
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

São 14 os compromissos para garantir que as eleições europeias serão transparentes e justas. Estas promessas estão inscritas num código de conduta assinado, na terça-feira, por quase todos os grupos políticos com assento no Parlamento Europeu.

PUBLICIDADE

O documento foi criado sob a égide da vice-presidente da Comissão Europeia com a pasta dos Valores e da Transparência, Věra Jourová.

Ecândalos que envolveram alguns eurodeputados, seja por alegada corrupção ou por alegada abertura à influência do regime russo, fizeram soar o alarme.

"Estes escândalos criaram realmente um elevado nível de desconfiança. Algo está podre em Bruxelas, ouvi dizer muitas vezes e as as pessoas não sabem diferenciar se é algo que afeta todo o Parlamento Europeu ou apenas alguns indivíduos", disse Věra Jourová, em entrevista à Euronews.

"Penso que temos de fazer algo proativamente contra esse sentimento das pessoas que consideram que não faz sentido votar nas eleições porque o sistema é sujo. O sistema não é sujo", acrescentou a vice-presidente da Comissão Europeia.

Os signatários deste código de conduta comprometem-se a não produzir, utilizar ou divulgar conteúdos enganosos, incluindo os gerados por inteligência artificial.

Os partidos devem, também, identificar claramente quem são as entidades que contribuem financeiramente para as despesas de marketing político.

Věra Jourová diz que se devem evitar armadilhas detetadas em 2019: "Penso que o código é extremamente necessário porque nas eleições anteriores já vimos alguma manipulação oculta que criou dúvidas sobre a justeza das eleições. Não nos podemos dae ao luxo de diminuir a confiança das pessoas nas eleições".

O grupo de extrema-direita no Parlamento Euroeu, Identidade e Democracia, não assinou o texto mas afirma que vai pôr em prática o código de conduta para as eleições europeias.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Euronews dá início à mais completa cobertura das eleições europeias de 2024

Euronews revela sondagem exclusiva sobre as eleições europeias e entrevista políticos em direto

Tudo o que precisa de saber: O seu guia para as eleições europeias de 2024