EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

A realeza europeia participou em marchas a favor da Palestina e acusou Israel de genocídio?

Os reis da Dinamarca e de Espanha foram alvo de desinformação em linha relacionada com a Palestina
Os reis da Dinamarca e de Espanha foram alvo de desinformação em linha relacionada com a Palestina Direitos de autor AP Photo
Direitos de autor AP Photo
De  James Thomas
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied
Artigo publicado originalmente em inglês

Utilizadores das redes sociais afirmam que o rei da Dinamarca agitou uma bandeira da Palestina num protesto em Copenhaga, enquanto outros dizem que o rei de Espanha acusou Israel de genocídio. O The Cube investiga.

PUBLICIDADE

Um vídeo, a circular nas redes sociais, alega mostrar o Rei da Dinamarca a agitar uma bandeira palestiniana a partir de uma varanda em Copenhaga.

Noutras publicações não relacionadas, utilizadores sugerem que o Rei de Espanha acusou Israel de cometer genocídio em Gaza.

Nenhuma das afirmações é verdadeira.

Um post no X afirma: "O rei da Dinamarca, o rei Frederik X, agita a bandeira palestiniana de uma varanda enquanto cumprimenta centenas de manifestantes que protestam em Copenhaga, em solidariedade com o povo da Palestina".

Até ao momento desta verificação de factos, foi visto mais de 400.000 vezes e partilhado e apreciado quase 6.000 vezes.

Mas é falso - por várias razões.

A legenda do vídeo é enganadora
A legenda do vídeo é enganadoraEuronews

Para começar, o vídeo não foi gravado em Copenhaga, mas em Malmö, na Suécia.

Numa imagem do vídeo, podemos ver uma placa em sueco no edifício vizinho que diz "Escola secundária superior de Malmö para raparigas".

Quando procuramos a escola no Google Maps, podemos facilmente confirmar que é de facto em Malmö, e podemos ver que os edifícios correspondem aos que são vistos no vídeo.

O vídeo retrata uma escola em Malmö, na Suécia, e não em Copenhaga, na Dinamarca
O vídeo retrata uma escola em Malmö, na Suécia, e não em Copenhaga, na DinamarcaEuronews

O homem retratado claramente também não é o Rei Frederik.

O The Cube não conseguiu verificar quem é exatamente o homem no vídeo, mas para referência, aqui está uma comparação lado a lado dos dois.

Quem é o homem do vídeo?
Quem é o homem do vídeo?Euronews

De acordo com o site da Casa Real da Dinamarca, o rei esteve de facto na Suécia entre 6 e 7 de maio, mas regressou a casa através da ponte logo a seguir.

Este vídeo foi filmado após a sua visita, durante uma manifestação pró-Palestina, a 9 de maio, contra a participação de Israel no Festival Eurovisão da Canção 2024, que se realizava em Malmö.

Quanto ao rei Felipe VI de Espanha, um post no X diz que ele acusou Israel de "genocídio e massacre" em Gaza.

"Isto não começou a 7 de outubro, mas foi quando começou esta terrível escalada de violência com a destruição devastadora e a crise humanitária em Gaza. A crise já atingiu níveis inimagináveis e é motivo de grande preocupação para todos", disse supostamente.

Apenas uma parte do post é verdadeira.

Some of the text in this post is misleading
Some of the text in this post is misleadingEuronews

O rei falou numa sessão sobre inteligência artificial num fórum económico e empresarial perto de Madrid, nos dias 8 e 9 de maio. O vídeo pode ser visto no canal do YouTube da Casa Real espanhola.

Durante o evento, Felipe VI falou sobre a difícil situação geopolítica mundial, marcada pelos conflitos na Ucrânia e em Gaza.

PUBLICIDADE

Durante o discurso, recordou que a violência em Gaza não começou no dia 7 de outubro.

Falou também da "terrível escalada de violência" e da "destruição devastadora e crise humanitária em Gaza", mas durante o discurso não acusou Israel de genocídio ou massacre.

Felipe VI já se pronunciou no passado sobre a crise humanitária, elogiando o apoio do seu país à agência de ajuda humanitária da ONU no terreno, a UNRWA.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Porque é que a Europa Central está mais exposta a notícias falsas antes das eleições europeias?

Notícias falsas estão a aumentar à medida que as eleições europeias se aproximam

A Rússia continua a utilizar a ponte da Crimeia para reforçar as suas forças militares na Ucrânia?