EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Inundações na Alemanha matam um bombeiro e fazem descarrilar comboio com quase 200 passageiros

O rio Neckar rebenta as suas margens em Heidelberg, a 2 de junho de 2024
O rio Neckar rebenta as suas margens em Heidelberg, a 2 de junho de 2024 Direitos de autor Michael Probst/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Michael Probst/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
De  Euronews com AP, EBU
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied
Artigo publicado originalmente em inglês

Governador do estado da Baviera, Markus Söder, descreveu as inundações como uma "catástrofe", mas elogiou a cooperação entre a polícia, os bombeiros e a Cruz Vermelha.

PUBLICIDADE

As fortes inundações no sul da Alemanha provocaram a morte de um bombeiro e levaram ao descarrilamento de um comboio de alta velocidade. As fortes chuvas continuam a assolar a região, provocando a subida das águas dos rios e obrigando à retirada de milhares de habitantes.

Baden-Württemberg e a Baviera são os estados mais afetados, com várias comunidades em estado de emergência e, em alguns casos, aldeias inteiras evacuadas.

Os meteorologistas estimam que algumas zonas receberam mais precipitação em 24 horas do que a média mensal.

De visita a uma das cidades afetadas, o vice-chanceler alemão Robert Habeck afirmou que a morte de um bombeiro, noticiada no domingo, o tinha deixado de rastos.

Isto é um desastre e uma catástrofe. Esta inundação constitui um perigo extremo para as casas e as explorações agrícolas.
Markus Söder
Governador da Baviera

"Esta situação, como tantas outras, é realmente perigosa, neste caso, já custou uma vida. Desejo à família a maior força possível durante este período difícil", afirmou.

O governador do estado da Baviera, Markus Söder, acompanhou o presidente do Conselho de Ministros do estado, que declarou que a situação era uma "catástrofe".

"Muitos têm problemas extremos, têm de abandonar as suas casas, não há eletricidade, os bens estão em risco e já perdemos vidas. A cooperação entre os bombeiros, a polícia, a Cruz Vermelha e a THW tem sido excelente. Gostaríamos também de agradecer às forças armadas alemãs e ao governo federal pelo seu apoio na prestação de assistência", afirmou.

Partes da cidade de Reichertshofen submersas devido às inundações, 2 de junho de 2024.
Partes da cidade de Reichertshofen submersas devido às inundações, 2 de junho de 2024.Sven Hoppe/(c) Copyright 2024, dpa (www.dpa.de). Alle Rechte vorbehalten

O desacrrilamento do comboio de alta velocidade aconteceu depois de parte de uma via férrea ter desabado perto da cidade de Schwäbisch Gmünd, em Baden-Württemberg.

Após o descarrilamento, o comboio foi atingido por um deslizamento de terras.

A Deutsche Bahn informou que estavam a bordo 185 passageiros, mas nenhum ficou ferido.

O operador ferroviário alemão alertou para cancelamentos e atrasos consideráveis em toda a rede, com perturbações no tráfego em rotas como as de Munique para Berlim, Estugarda e a cidade suíça de Zurique.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Falta financiamento e ação política para gerir inundações na UE

Arménia: pelo menos 4 mortos em inundações

Inundações na Bélgica e no Leste de França causam estragos