EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

As 10 melhores cidades para equilibrar vida profissional e pessoal

Estas são as 10 melhores cidades do mundo para um melhor equilíbrio entre vida profissional e pessoal - e a maior parte delas situa-se na Europa
Estas são as 10 melhores cidades do mundo para um melhor equilíbrio entre vida profissional e pessoal - e a maior parte delas situa-se na Europa Direitos de autor Euronews/Canva
Direitos de autor Euronews/Canva
De  Imane El Atillah
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Artigo publicado originalmente em inglês

Estas são as melhores cidades do mundo para um melhor equilíbrio entre a vida profissional e a vida pessoal, de acordo com a Forbes Advisor... E as cidades europeias estão em maioria.

PUBLICIDADE

Num mundo pós-COVID-19, à medida que o trabalho remoto e híbrido continua a tornar-se mais prevalente, o bem-estar e o conforto dos trabalhadores nunca foram tão prioritários.

Tanto assim é que, de acordo com um estudo da Forbes Advisor, mais de metade (54%) dos trabalhadores britânicos aceitaria um emprego menos bem pago em troca de um melhor equilíbrio entre a vida profissional e pessoal.

Mas quais são as cidades com o melhor equilíbrio entre vida profissional e pessoal? A resposta está esmagadoramente na Europa, tal como revelado pelo Índice de Equilíbrio Trabalho-Vida da Forbes  (Worldwide Work-Life Balance Index 2023) deste ano.

A Forbes Advisor analisou 128 grandes cidades em todo o mundo, atribuindo a cada uma delas uma pontuação até 100, em que quanto maior a pontuação, melhor o equilíbrio entre a vida profissional e pessoal.

O estudo classificou as cidades com base em 10 fatores diferentes, incluindo a felicidade, a igualdade de género, a média de horas de trabalho, o mínimo legal de férias anuais e as horas de luz solar.

As cidades europeias, especificamente as dos países escandinavos, encabeçam a lista, principalmente graças às excelentes políticas de licença parental, ao aumento dos dias de férias pagas e à flexibilidade no trabalho.

Eis a lista das 10 melhores cidades do mundo para um equilíbrio entre vida profissional e pessoal:

10. Belfast, Irlanda do Norte

Belfast, a capital da Irlanda do Norte, oferece um baixo custo de vida e um baixo rácio preço dos imóveis/rendimento em comparação com outras grandes cidades do Reino Unido. As empresas da cidade oferecem ainda políticas generosas de licença de maternidade.

Canva
Belfast, a capital da Irlanda do Norte, ficou em 10* lugar no índiceCanva

9. Edimburgo, Escócia

Edimburgo é a única cidade do Reino Unido a aparecer no top 10 do equilíbrio entre vida profissional e pessoal. Para além da sua beleza natural deslumbrante, a capital escocesa oferece uma generosa política de férias anuais de 28 dias e uma política de licença de maternidade com um mínimo de 39 semanas de salário.

Canva
Edimburgo é a primeira cidade do Reino Unido a aparecer no top 10 do equilíbrio entre vida profissional e pessoalCanva

8. Viena, Áustria

Graças à sua vasta gama de espaços verdes e à gratuitidade dos cuidados de saúde e de educação, Viena, a capital da Áustria, é um local ideal para viver para quem quer ter um melhor equilíbrio entre a vida profissional e pessoal.

A taxa de desemprego na cidade é de 2,3% e os trabalhadores tendem a beneficiar de uma média de cinco semanas de férias anuais.

Canva
Viena, capital da Áustria, é considerada um dos melhores locais para conseguir o equilíbrio entre vida pessoal e trabalhoCanva

7. Reiquiavique, Islândia

Graças à ênfase dada pelo governo islandês a um equilíbrio saudável entre a vida profissional e a vida privada, muitas empresas da capital adotaram disposições de trabalho flexíveis: 46% dos empregos anunciados são remotos ou híbridos. Além disso, os trabalhadores têm direito a 24 dias de férias anuais e 12 feriados.

Canva
Reiquiavique, na IslândiaCanva

6. Gotemburgo, Suécia

Gotemburgo tem como foco o bem-estar dos trabalhadores, que têm direito a 25 dias de férias anuais e a regimes de trabalho flexíveis, sendo que 42% das ofertas de emprego anunciam opções de trabalho à distância ou híbrido.

Canva
A cidade de GotemburgoCanva

5. Auckland, Nova Zelândia

Auckland é a única cidade não europeia a classificar-se entre as 10 primeiras no Índice de Equilíbrio Trabalho-Vida.

Os trabalhadores da maior cidade da Nova Zelândia têm direito a uma semana de trabalho de 26,3 horas em média, quatro semanas de férias pagas e 11 feriados por ano.

A economia em crescimento de Auckland oferece amplas oportunidades de emprego em vários setores, com uma baixa taxa de desemprego (3,2%).

Canva
Auckland é a única cidade não europeia a figurar no top 10Canva

4. Oslo, Noruega

Apesar de ser uma cidade cara, o elevado nível de vida e os salários elevados de Oslo fazem dela uma das melhores cidades para trabalhar e viver.

Muitas empresas de Oslo oferecem horários de trabalho flexíveis, permitindo aos empregados gerir o trabalho e os seus horários pessoais.

PUBLICIDADE
Canva
Oslo é uma das cidades que oferece melhores condições a quem nela vive e trabalhaCanva

3. Estocolmo, Suécia

Em Estocolmo, os trabalhadores a tempo inteiro têm um mínimo de 25 dias de férias anuais, o que proporciona um muito tempo de lazer. As modalidades de trabalho flexíveis são predominantes, com quase metade (46%) dos postos de trabalho a permitirem opções de trabalho híbrido ou remoto.

Além disso, os empregadores oferecem políticas generosas de licença parental, com os pais a terem direito a um máximo de 480 dias de licença remunerada e cada progenitor a dispor de 240 dias.

Canva
A cidade sueca de EstocolmoCanva

2. Helsínquia, Finlândia

Helsínquia ocupa o segundo lugar entre as melhores cidades para viver e trabalhar, graças a uma ênfase na comunidade e a um estilo de vida saudável, aspetos que contribuíram para que a Finlândia ocupasse o primeiro lugar no Índice Mundial de Felicidade.

As empresas em Helsínquia oferecem 320 dias úteis combinados de licença parental, até cinco semanas de férias anuais e acordos de trabalho flexíveis, incluindo opções de trabalho à distância, respeitando as políticas sociais da Finlândia.

Canva
Finlândia ocupa o primeiro lugar no Índice Mundial de FelicidadeCanva

1. Copenhaga, Dinamarca

Copenhaga encabeça a lista das cidades com o melhor equilíbrio entre vida profissional e pessoal  e não é de admirar. A capital dinamarquesa recebeu pontuações elevadas em vários aspetos relacionados com o estilo de vida, incluindo o facto de ser a segunda cidade mais feliz do mundo e a cidade mais bem classificada em termos de igualdade de género, de acordo com o Índice de Desigualdade de Género.

PUBLICIDADE

A Dinamarca é também conhecida pelos seus horários de trabalho flexíveis, um mínimo de cinco semanas de férias anuais, baixas taxas de desemprego (2,4%) e uma licença parental de 52 semanas para ambos os progenitores.

Canva
Copenhaga encabeça a lista de cidades com o melhor equilíbrio entre vida pessoal e profissionalCanva

Menções honrosas

Outras cidades que obtiveram bons resultados na lista incluem Amesterdão, Zurique, Praga, Sydney e Abu Dhabi. Estas cidades oferecem um ótimo equilíbrio entre a vida profissional e pessoal, com economias fortes, baixas taxas de desemprego e benefícios generosos para os trabalhadores.

Nenhuma cidade dos EUA conseguiu assegurar um lugar na lista das 50 melhores, com a cidade mais bem classificada, Atlanta, a ficar em 52º lugar a nível mundial. Este contraste significativo com outros países europeus resulta, entre outros fatores, da ausência de férias anuais pagas e de licenças de maternidade legalmente obrigatórias para os trabalhadores nos EUA.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Como é que a tecnologia de IA pode perturbar o futuro mercado de trabalho

A “contratação silenciosa” está a revolucionar o local de trabalho

Qual é o país mais instruído da Europa?