EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Peter Higgs, Prémio Nobel da Física que propôs o bosão de Higgs, morre aos 94 anos

Professor Peter Higgs no Museu da Ciência, em Londres.
Professor Peter Higgs no Museu da Ciência, em Londres. Direitos de autor Sean Dempsey/PA via AP Photo
Direitos de autor Sean Dempsey/PA via AP Photo
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied
Artigo publicado originalmente em inglês

Peter Higgs foi galardoado com o Prémio Nobel da Física em 2013.

PUBLICIDADE

Peter Higgs, o físico galardoado com o Prémio Nobel que previu a existência do bosão de Higgs, morreu na segunda-feira aos 94 anos.

A Universidade de Edimburgo informou num comunicado que Higgs morreu em casa, na sequência de uma doença repentina.

Higgs recebeu o Prémio Nobel da Física em 2013, juntamente com François Englert, pela sua teoria que previa a existência de uma partícula conhecida como o bosão de Higgs.

Cada um deles desenvolveu em 1964 uma teoria independente sobre a forma como as partículas adquirem massa.

Em 2012, a existência do bosão de Higgs foi confirmada por milhares de experiências realizadas por cientistas no Grande Colisor de Hadrões da Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear (CERN), o maior acelerador de partículas do mundo.

A teoria é essencial para o Modelo Padrão da física de partículas, que descreve as forças fundamentais, bem como as partículas fundamentais que constituem toda a matéria.

Esse modelo baseia-se na existência da partícula de Higgs, que têm origem num campo invisível que preenche o espaço. Os cientistas teorizaram que as partículas, através do contacto com o campo invisível, adquiririam massa.

"Peter Higgs era um indivíduo notável - um cientista verdadeiramente dotado, cuja visão e imaginação enriqueceram o nosso conhecimento do mundo que nos rodeia", afirmou Peter Mathieson, Diretor e Vice-Chanceler da Universidade de Edimburgo, num comunicado.

"O seu trabalho pioneiro motivou milhares de cientistas e o seu legado continuará a inspirar muitos mais nas gerações vindouras".

A Universidade acrescentou que Higgs "foi também um grande professor e mentor, inspirando gerações de jovens cientistas".

Higgs nasceu em Newcastle em 1929 e estudou na King's College, Universidade de Londres.

Tinha títulos honorários de várias universidades e passou grande parte da sua carreira na Universidade de Edimburgo, onde era professor emérito.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Nobel da Física atribuído a Alain Aspect, John F. Clauser e Anton Zeilinger

Terceiro título mundial para Grigalashvili e surpresa em -63 quilos

Um meteoro ou meteorito? O que iluminou os céus de Portugal e Espanha?