EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Quatro inventores geniais que a história demorou a reconhecer

Algumas invenções são melhores do que outras
Algumas invenções são melhores do que outras Direitos de autor Canva
Direitos de autor Canva
De  Jonny Walfisz
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Da lavagem das mãos à análise de proteínas, eis como algumas inovações que mudaram o mundo nem sempre foram imediatamente reconhecidas.

PUBLICIDADE

Da roda ao Wi-Fi, o progresso humano tem sido definido pelo brilhantismo do seu engenho e pelas invenções que produzimos. Através de prémios e livros de história, celebramos muitos dos maiores inventores da humanidade.  

Enquanto Katalin Karikó e Drew Weissman ganharam o Prémio Nobel da Fisiologia ou Medicina de 2022 e o Prémio de Carreira nos Prémios Europeus do Inventor de 2022 pelo seu trabalho nas vacinas de RNAm que viraram o jogo contra a pandemia da Covid-19 apenas um ano antes, por vezes pode demorar um pouco mais para que as nossas mentes mais brilhantes obtenham o reconhecimento que merecem. 

Eis alguns dos grandes inventores da história sem os quais não poderíamos viver hoje, mesmo que o seu trabalho incrível não tenha sido imediatamente reconhecido pelas suas qualidades de mudança de paradigma.  

Ada Lovelace

Augusta Ada Byron foi a única filha legítima do poeta Lord Byron. É mais conhecida como Ada Lovelace depois de se ter casado com William King, de quem ganhou o título de Condessa de Lovelace.

Retrato de Ada King, Condessa de Lovelace (Ada Lovelace)
Retrato de Ada King, Condessa de Lovelace (Ada Lovelace)Alfred Edward Chalon

Para quem não sabe, pode ficar surpreendido por saber que, apesar de ter nascido em Londres em 1815 e ter morrido em 1852, Lovelace é amplamente considerada uma das intelectuais pioneiras por detrás da computação moderna. 

Apesar das propensões literárias do pai, Lovelace foi criada pela sua mãe, Anne Isabella Milbanke, reformadora educacional, que lhe garantiu o gosto pelas ciências e pela matemática.

Diagrama de um algoritmo para a máquina analítica para o cálculo dos números de Bernoulli
Diagrama de um algoritmo para a máquina analítica para o cálculo dos números de BernoulliAda Lovelace

Trabalhou ao lado de Charles Babbage, frequentemente considerado o "pai do computador", na sua investigação sobre o Analytical Engine, uma máquina de cálculo automático capaz de calcular aritmética complexa. Lovelace ajudou Babbage traduzindo um artigo de Luigi Menabrea e desenvolvendo o seu trabalho para criar os algoritmos de programação da máquina analítica.  

Infelizmente, Lovelace viveu uma vida doentia e morreu antes que a máquina analítica pudesse tornar-se uma realidade física. Mas o seu impacto nas linguagens de programação computacional mantém-se até aos dias de hoje.  

Ignaz Semmelweis

Por vezes, as grandes ideias são ignoradas quando são sugeridas pela primeira vez. Se ao menos fosse só com isso que Ignaz Semmelweis tivesse de lidar. Em vez disso, foi quase totalmente rejeitado pela comunidade científica. O seu crime? Sugerir que os médicos devem lavar as mãos.  

Em muitos aspetos, a descoberta do cientista húngaro é um exemplo definitivo de como o talento de uma pessoa pode mudar o rumo da humanidade. Hoje em dia, os benefícios para a saúde de lavar as mãos são um dado adquirido, mas no tempo de Semmelweis - em 1847 - foi revolucionário.  

Semmelweis foi médico na Primeira Clínica Obstétrica do Hospital Geral de Viena. Observou que muitas das mulheres morriam de febre pouco tempo depois do parto. Um aspeto crucial é o facto de a taxa de mortalidade ser cinco vezes mais elevada na enfermaria onde trabalhavam médicos do sexo masculino do que na clínica das parteiras, onde trabalhavam mulheres.

Retrato de Ignaz Semmelweis (1864)
Retrato de Ignaz Semmelweis (1864)Atelier Ludwig Angerer

Apercebeu-se de que, como na enfermaria dos médicos se faziam autópsias a cadáveres, o pessoal passava acidentalmente partículas "cadavéricas" para os doentes saudáveis. Semmelweis ordenou ao seu pessoal que começasse a limpar as mãos e os utensílios com cloro. Surpreendentemente, a taxa de mortalidade diminuiu imediatamente.  

A descoberta de Semmelweis sobre os benefícios da lavagem das mãos não foi bem aceite. Alguns médicos pensaram que ele os estava a acusar de estarem a pôr em risco os seus doentes. E estava mesmo! No entanto, não ajudou a sua carreira e, pouco depois, a enfermaria deixou de utilizar cloro e Semmelweis foi despedido. Pode ter demorado algum tempo, mas a descoberta de Semmelweis é agora tão comum que é impossível medir o número de vidas que a sua simples sugestão pode ter salvo. 

Alice Ball

Nascida em 1892 em Seattle, Alice Ball era uma aluna de topo e fez história só por ter obtido o seu mestrado. Quando se licenciou em química em 1915, foi a primeira mulher e a primeira afro-americana a fazê-lo na Universidade do Havai. Tornou-se então a primeira química de investigação afro-americana e instrutora na instituição.  

O impressionante currículo académico de Ball valeu-lhe um emprego na área da investigação de tratamentos para a lepra. Na altura, a lepra era altamente estigmatizada e as pessoas infetadas eram frequentemente enviadas para colónias de leprosos para morrerem. Apesar da falta de conhecimento de potenciais tratamentos no âmbito da medicina ocidental, a medicina tradicional indiana tinha um tratamento sob a forma de óleo da árvore chaulmoogra.

PUBLICIDADE
Alice Ball e a mão de uma pessoa infetada com lepra
Alice Ball e a mão de uma pessoa infetada com lepraCanva

O problema é que este óleo de chaulmoogra era difícil de aplicar topicamente e não podia ser injetado devido à sua textura espessa e viscosa. Com apenas 23 anos, Ball desenvolveu a engenhosa metodologia de saponificação do óleo - transformando-o em sabão - e criando ácido de chaulmoogra, que podia então ser combinado com um líquido e injetado.  

Uma vez que as propriedades curativas do óleo podiam agora ser colocadas diretamente no corpo, a lepra podia ser tratada de forma mais eficaz. Infelizmente, tudo isto aconteceu pouco antes da sua morte, em 1916, aos 24 anos. Ball nunca publicou os seus resultados e o seu orientador de estudo Arthur Dean associou o seu nome à sua descoberta, cunhando "o método Dean".  

Atualmente, Ball é reconhecida pelo seu feito. A sua contribuição foi mencionada pela primeira vez num artigo de jornal em 1922, renomeando a técnica como "o método Ball" e a Universidade do Havai dedicou-lhe uma placa em 2000 ao lado de uma árvore chaulmoogra.  

Carol Robinson

No século XXI, Carol Robinson também fez história em duas das principais instituições britânicas, ao tornar-se a primeira mulher professora de química na Universidade de Oxford, em 2001, e na Universidade de Cambridge, em 2009.

PUBLICIDADE
Dama Carol Robinson
Dama Carol RobinsonUniversity of Oxford/Canva

Ao iniciar a sua investigação em espetrometria de massa - a ferramenta analítica para detetar a composição das moléculas - acreditava-se geralmente que as proteínas não podiam ser estudadas nas suas fases gasosas, uma vez que não conservariam a sua estrutura. 

Robinson perseverou e desenvolveu a sua técnica de "espetrometria de massa nativa", que preserva as proteínas no seu estado natural para serem analisadas. Graças a esta descoberta, as estruturas complexas das proteínas podem ser estudadas, o que tem sido incomensuravelmente benéfico para a indústria farmacêutica, fazendo avançar não só a descoberta de medicamentos, mas também a medicina personalizada.

Robinson foi também uma pioneira noutros domínios. Foi a primeira mulher a ser professora de Química nas Universidades de Oxford e Cambridge, foi nomeada Comendadora da Ordem do Império Britânico em 2013 e receberá o prémio de carreira durante a cerimónia de entrega do Prémio Inventor Europeu 2024, a 9 de julho, em Malta. O prémio é organizado pelo Instituto Europeu de Patentes (EPO) e pode ser visto em direto em euronews.com às 11:00 de Lisboa.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Elon Musk alega que a UE lhe ofereceu um "acordo secreto ilegal"

Bruxelas diz que X violou Lei dos Serviços Digitais. Elon Musk já respondeu - e foi polémico

Alemanha vai proibir componentes das chinesas Huawei e ZTE nas redes 5G