Última hora
This content is not available in your region

Filósofos com palmo e meio

De  Euronews
Filósofos com palmo e meio
Tamanho do texto Aa Aa

Estimular a capacidade de raciocínio nos jovens pode melhorar os resultados da aprendizagem e uma maneira de o fazer é ensinar filosofia. Nesta edição de Learning World, mostramos-lhe como se tenta desenvolver o pensamento crítico desde o primeiro dia em algumas salas de aula, nos Estados Unidos e na Noruega.

Questionamento filosófico

Honolulu, Havai. Longe das atrações turísticas da ilha, encontramos a escola de Waikiki. Situada no sopé da cratera Diamond Head, esta escola primária pública cultiva há 20 anos uma abordagem diferente da educação, que se baseia na prática do questionamento filosófico.

Este estabelecimento de ensino ficou em segundo lugar entre 258 escolas primárias públicas do Havai. Baseado neste sucesso, o Centro de Filosofia para Crianças espera expandir o modelo a outras escolas.

As crianças nascem filósofas

Também falámos com Sarah Goering, professora de Filosofia na Universidade de Washington, que defende o ensino da disciplina numa tenra idade. Acredita que as crianças nascem filósofas e contou-nos a sua experiência a ensinar jovens a pensar de forma crítica e criativa.

Sarah ensina filosofia uma vez por semana a alunos de dez, onze anos na Escola John Muir, em Seattle.

Olimpíada de Filosofia

A Olimpíada Internacional de Filosofia, na Noruega, promove a filosofia ao nível do ensino secundário, desafiando estudantes de todo o mundo a enfrentar temas diferentes. A competição recompensa o pensamento analítico e encoraja o intercâmbio intelectual entre os participantes.

Embora a competição seja um ponto importante das Olimpíadas, o mais importante é a reunião de jovens de todo o mundo. Através de palestras e grupos de discussão, as delegações são desafiadas a questionar as suas crenças e os seus pensamentos.

honolulumagazine
p4chawaii
Seattleschools
phil.washington.edu

philosophy-olympiad