EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Celebram-se hoje os 10 anos do tsunami

Celebram-se hoje os 10 anos do tsunami
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

O tsunami aconteceu há exatamente 10 anos. Esta sexta-feira, celebra-se o aniversário, em vários países asiáticos atingidos. A 26 de dezembro de 2004 morreram mais de 230 mil pessoas. Entre as vítimas

PUBLICIDADE

A 26 de Dezembro de 2004, um tsunami de proporções nunca vistas atingiu 14 países da Ásia e da costa leste de África.

O décimo aniversário da catástrofe é celebrado esta sexta-feita, em vários países, como a Índia.

Quem sobreviveu não esquece e continua a viver com medo.

“O medo. É o medo. Sempre que olhamos para o oceano, lembramo-nos como este mesmo mar matou todas essas pessoas. Ninguém pode imaginar o medo que ainda temos. Nós não quisemos ficar perto do oceano e, então, mudámo-nos para o lado ocidental, longe do mar, para uma pequena casa, disponibilizada pelo governo”, diz uma mulher.

O balanço ainda não está encerrrado. Contaram-se 230 mil mortos, mas muita gente continua desparecida.

A Tailândia foi outro dos países fustigados. Aqui morreram mais de cinco mil pessoas. Mais de dois mil eram turistas

Na evocação, participaram muitos europeus. Uma turista alemã diz-se particularmente tocada, pela celebração:

“Não esperava ser tão tocada pelo aniversário, porque visitei este lugar, por diversas vezes, depois disso. Mas agora é completamente diferente, é outra experiência, estar em contacto com todas estas pessoas”

Muita gente estava aqui, à procura de umas férias de sonho, quando, a 26 de Dezembro de 2004, o mar se revoltou, devorando tudo o que encontrou pela frente.

Dez anos depois, ainda há muitas feridas que não cicatrizaram. A paisagem nunca mais voltou a ser a mesma.

E o pânico está latente. Persiste o receio de que, um dia, tudo se repita.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Dez anos depois do tsunami ainda se choram os mortos

França aperta medidas de segurança antes da cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos

Sismo em Taiwan deixa rasto de destruição