Papa Francisco condenou "formas desviantes de religião"

Papa Francisco condenou "formas desviantes de religião"
De  Fernando Peneda com LUSA
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Durante a receção de membros do corpo diplomático acreditado no Vaticano, o papa Francisco condenou “as formas desviantes de religião”, na origem dos

PUBLICIDADE

Durante a receção de membros do corpo diplomático acreditado no Vaticano, o papa Francisco condenou “as formas desviantes de religião”, na origem dos atentados de Paris, em que 17 pessoas foram mortas por “jihadistas” em três ataques diferentes, na semana passada.

O Sumo Pontífice pediu aos “dirigentes religiosos, políticos e intelectuais, especialmente muçulmanos” que condenem “qualquer interpretação fundamentalista e extremista da religião, que pretenda justificar” a violência.

Francisco lembrou também os 132 estudantes que morreram em dezembro, numa escola de Peshawar, no noroeste do Paquistão, num ataque de talibãs.

O papa pediu à comunidade internacional que una esforços contra a violência e pela defesa da paz e manifestou a esperança de que os líderes israelitas e palestinianos possam retomar as negociações, para alcançar a paz e “a solução de dois Estados”, com “fronteiras claramente estabelecidas e reconhecidas internacionalmente”.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Terceiro dia de greve na Torre Eiffel

Medalhas dos Jogos Olímpicos de Paris têm pedaços da Torre Eiffel

Autoridades francesas investigam salário do presidente do comité dos Jogos Olímpicos de Paris