Volvo Ocean Race: Maior equilíbrio era impossível

Volvo Ocean Race: Maior equilíbrio era impossível
De  Bruno Sousa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Já lá vão quinze dias desde que os seis veleiros em prova na Volvo Ocean Race se fizeram à água para a quarta etapa, entre o porto chinês de Sanya e

PUBLICIDADE

Já lá vão quinze dias desde que os seis veleiros em prova na Volvo Ocean Race se fizeram à água para a quarta etapa, entre o porto chinês de Sanya e Auckland, na Nova Zelândia, e para já o equilíbrio é a nota dominante com todas as embarcações separadas por menos de 20 milhas náuticas. Qualquer coisa como 37 km.

Apesar de terem partido um mastro a semana passada os chineses da Dongfeng têm vindo a discutir a liderança taco a taco com os espanhóis da MAPFRE mas perante a proximidade entre os participantes, qualquer um tem legítimas aspirações à vitória na etapa.

A chegada a Auckland está prevista para o dia 28 de fevereiro.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mundial feminino: Portugal vence Vietname e agora discute "oitavos" com os EUA

Equipas anfitriãs entram a ganhar no Mundial feminino

Tudo a postos em França para o Campeonato do Mundo de Rugby