A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Católicos chilenos contra pedofilia na igreja

Católicos chilenos contra pedofilia na igreja
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de católicos manifestaram na cidade chilena de Osorno para protestar contra a nomeação do bispo Juan Barros, acusado de proteger um dos pedófilos mais conhecidos do país.

A imprensa chilena diz que o bispo ajudou a encobrir abusos do padre Fernando Karadima, um dos mais polémicos casos de pedofilia dentro da Igreja Católica no Chile. Em 2011, Karadima foi considerado culpado pelo Vaticano de abusar de adolescentes ao longo da sua carreira em total impunidade. Karadima foi mentor de muitos jovens sacerdotes, incluindo Barros.

Cerca de 30 padres e diáconos na área de Osorno escreveram uma carta no mês passado ao núncio papal exigindo a retirada desta nomeação. Juan Barros tem procurado distanciar-se de Karadima e nega saber dos abusos.