Última hora

Espanha: Mariano Rajoy desmistifica derrotado PP na Andaluzia

Espanha: Mariano Rajoy desmistifica derrotado PP na Andaluzia
Tamanho do texto Aa Aa

O chefe do Governo espanhol e presidente do Partido Popular (PP), Mariano Rajoy, afirmou esta segunda-feira perante a cúpula do partido que a derrota clara do PP nas eleições na Andaluzia, em que perdeu 17 deputados, não é extrapolável para o resto de Espanha.

O Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) ganhou as eleições conseguindo 47 lugares, o que não lhe dá maioria absoluta.

O PP perdeu votos sobretudo para os emergentes Podemos e Ciudadanos, que se apresentaram pela primeira vez a votos na Andaluzia.

“Em tempo de crise não é tarefa fácil governar, seja quem for a fazê-lo. Além disso há dois novos partidos, o que, logicamente, nos afeta”, disse Carlos Floriano, porta-voz do PP.

Os partidos emergentes, o Podemos e o Ciudadanos, conseguiram quase 25% dos votos, um resultado que, ainda assim, é insuficiente para decretar “a morte do bipartidarismo”.

Na sua estreia em eleições para órgãos de soberania, o partido de Pablo Iglesias conseguiu eleger 15 deputados na Andaluzia e o Ciudadanos, formação de Albert Rivera, obteve nove assentos.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.