Última hora
This content is not available in your region

Supremo italiano decide hoje sobre homicídio de Meredith Kercher

Supremo italiano decide hoje sobre homicídio de Meredith Kercher
Tamanho do texto Aa Aa

O Supremo Tribunal italiano delibera hoje sobre o processo da norte-americana Amanda Knox e do italiano Raffaele Sollecito, condenados no ano passado pelo homicídio da britânica Meredith Kercher em 2007. Um caso fortemente mediatizado, que pode resultar num braço-de-ferro entre Roma e Washington.

Knox está nos Estados Unidos desde que foi absolvida em 2011, por um tribunal de recurso. No ano passado, num novo processo à revelia, foi considerada culpada e viu atribuída uma pena de 28 anos de prisão. O ex-namorado, Sollecito, foi condenado a 25 anos e, se a pena for hoje confirmada, deverá ingressar imediatamente em prisão.

Kercher foi encontrada morta, em 2007, no apartamento que partilhava com Knox e outras duas estudantes na cidade universitária de Perugia, esfaqueada 47 vezes e com a garganta cortada.

Se a norte-americana vir confirmada a sentença, a Itália poderá avançar com um pedido de extradição.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.