Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Nuclear: Irão diz que "ainda há questões por resolver"

Nuclear: Irão diz que "ainda há questões por resolver"
Tamanho do texto Aa Aa

Nada de novo nas negociações a contrarrelógio sobre o nuclear em Lausanne. O Irão diz que “continuam por resolver” várias questões, para permitir chegar a um acordo antes da data limite de 31 de março.

Durante o dia, cresciam as especulações em torno de um suposto acordo preliminar, com uma eventual aproximação de posições entre Teerão e as grandes potências, mas uma fonte próxima das discussões disse, durante a tarde, que “nada está ainda concluído”.

O porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, Alan Eyre, explicou à euronews que “a hipótese do resultado desejado ainda não está clara. Estamos a tentar chegar a um acordo, mas ainda não é possível determinar se vamos conseguir”.

Entre os pontos de divergência, está o calendário para o levantamento das sanções internacionais a Teerão e a questão da pesquisa e desenvolvimento nas centrais iranianas.

Os chefes da diplomacia alemã, francesa e europeia estiveram reunidos para alinhar posições, enquanto esperavam a chegada a Lausanne dos homólogos russo e britânico.

A correspondente da euronews, Reihaneh Mazaheri, explica que “nas horas que restam até ao fim do prazo para as negociações entre a diplomacia iraniana e as grandes potências, o diálogo tem-se intensificado. Mas todos continuam a evitar divulgar os detalhes do que é debatido. A grande questão que paira no ar é se um acordo é realmente possível”.