Guerra na família Le Pen originada por "antissemitismo"

Guerra na família Le Pen originada por "antissemitismo"
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Novas afirmações antissemitas e a defesa de um líder francês considerado colaboracionista na II Guerra Mundial por prte de Jean-Marie Le Pen abriram

PUBLICIDADE

Novas afirmações antissemitas e a defesa de um líder francês considerado colaboracionista na II Guerra Mundial por prte de Jean-Marie Le Pen abriram uma guerra familiar do partido francês de extrema-direita Frente Nacional.

A filha de Le Pen e presidente do partido, Marine, reagiu ao afirmar que iria opor-se à candidatura do pai, fundador da força política, nas eleições regionais de dezembro na região de Provence-Alpes-Cote d’Azur. Afirmou que a posição de Jean Marie “não passa de uma política entre a terra queimada e o suicídio político”.

Marine tenta limpar a imagem de antissemitismo da Frente Nacional para poder atacar em força as presidenciais de 2017.

Sondagens indicam que a líder terá boas hipóteses de passar à segunda volta.

Mas até lá ainda faltam dois anos, muita água pode correr pelo moinho da política francesa.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Parlamento francês aprova nova lei de imigração mais restritiva

Marine Le Pen rejeita acusações de influência russa

Extrema-direita define estratégia para as eleições europeias em Portugal