Brasil: PT considera detenção do seu tesoureiro "injustificada"

Brasil: PT considera detenção do seu tesoureiro "injustificada"
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Na sequência da detenção do tesoureiro do Partido dos Trabalhadores, João Vaccari Neto, esta quarta-feira, a formação da Presidente do Brasil

PUBLICIDADE

Na sequência da detenção do tesoureiro do Partido dos Trabalhadores, João Vaccari Neto, esta quarta-feira, a formação da Presidente do Brasil anunciou o apoio ao homem que agora está atrás das grades.

Num comunicado o Partido afirma que a detenção não é justificada visto que o Vaccari Neto sempre se colocou à disposição das autoridades.

Apesar dos indícios de que Vaccari recebeu dinheiro de forma ilícita, membros do PT, como o líder da bancada parlamentar, Sibá Machado, considerão ser uma detenção política

Maus lençóis para Dilma Roussef. A presidente enfrenta uma grave crise de popularidade, e a oposição reforça a ideia de necessidade de “impugnação” do mandato.

Nas ruas, os protestos também sucedem-se como no último fim de semana.

O escândalo apelidado de “Lava-Jato” já levou a dezenas de detenções por um alegado esquema de lavagem e desvio de dinheiro com a petrolífera estatal Petrobras no centro da trama.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Supremo Tribunal Federal derruba tese do marco temporal

Bolsonaro acusa Tribunal Superior Eleitoral de "punhalada nas costas"

Bolsonaro afastado de cargos políticos até 2030