EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Nepal: Sismo provoca milhares de mortos

Nepal: Sismo provoca milhares de mortos
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Continua a aumentar número de vítimas mortais devido ao sismo de magnitude 7.9 na escala de Richter, que atingiu o Nepal este sábado ao início da

PUBLICIDADE

Continua a aumentar número de vítimas mortais devido ao sismo de magnitude 7.9 na escala de Richter, que atingiu o Nepal este sábado ao início da tarde.

De acordo com o último balanço das autoridades o número de mortos ultrapassa os 1300.

As forças de segurança não conseguem, ainda, contabilizar o número de feridos.

O epicentro do terramoto localizou-se a cerca de 81 quilómetros a noroeste da capital, Katmandu, e a 68 quilómetros a leste da cidade turística de Pokhara.

Os “media” locais avançaram que o sismo durou entre 30 segundos e dois minutos.

Os estragos nos edifícios são incalculáveis.

Em Katmandu, um prédio de nove andares ruiu, com centenas de pessoas no interior.

Todas as organizações de socorro e resgate foram acionadas, mesmo assim não conseguem dar vazão o número galopante de vítimas. O governo nepalês lançou um apelo internacional de ajuda. A Índia já se prontificou a enviar material médico.

A icónica torre de Dharhara, no centro da capital, sofreu enormes danos.

Por todo o país o cenário é de destruição.

O terramoto provocou uma série de avalanches na região do monte Evereste. De acordo com as autoridades locais, pelo menos 10 montanhistas morreram e mais de 4 centenas ficaram feridas.

O sismo foi ainda sentido em regiões da Índia, China, Tibete e Bangladeche.

No Tibete 12 pessoas morreram e o Bangladeche registou 3 vítimas mortais.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Índia: Sismo provoca mais de uma dezena de vítimas no norte do país

Líder do Malawi pede investigação independente à morte do vice-presidente em acidente de aviação

Em apenas uma semana, três turistas desaparecidos nas ilhas gregas foram encontrados mortos