EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

A guerra dos cartazes na Húngria

A guerra dos cartazes na Húngria
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O governo de Viktor Orban lançou uma campanha contra a imigração no país e a oposição responde da mesma forma. A guerra do cartazes na Húngria não

PUBLICIDADE

O governo de Viktor Orban lançou uma campanha contra a imigração no país e a oposição responde da mesma forma.
A guerra do cartazes na Húngria não deixa ninguém indiferente e divide a classe política e a população, depois de o executivo ter enviado um questionário aos húngaro para lhes perguntar o que querem que o governo faça com os imigrantes.

O porta-voz do governo húngaro explica : “Estamos simplesmente curiosos sobre o que as pessoas pensam sobre esta questão política, porque quer queiramos ou não a imigração é uma questão política, tanto a nível europeu como húngaro.

A oposição responde: “Isso irrita-nos. Gastarem o nosso dinheiro em uma campanha para nos perguntarem quem odiar. Eu acho que é muito desagradável para a Húngria, não queremos mostrar uma imagem dessas sobre o nosso país, mas nós gostaríamos de dizer que muitas pessoas pensam de maneira diferente deste governo”.

O questionário chamado de “Consulta nacional sobre a imigração e o terrorismo” foi enviado a milhares de húngaros na semana de 22 de maio e tanto a ONU como a Comissão Europeia mostraram inquietação.

O Parlamento Europeu aprovou esta quarta-feira uma resolução que condena a iniciativa do governo húngaro.

A enviada da Euronews reporta: “Muitas pessoas acreditam que o verdadeiro objetivo do governo com esta campanha era conseguir de volta os eleitores que os restantes para o partido de extrema-direita Jobbik. Mas alguns analistas dizem que com isto o Fidesz pode apenas perder mais apoio”.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Na Hungria, uma nova oposição liderada por Péter Magyar desafia Viktor Orbán

Opositor de Orbán mobiliza milhares em manifestação anti-governo

Húngaros céticos e divididos quanto ao potencial de mudança das eleições europeias