A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Ministros europeus acordam reforço de proteção de dados na internet

Ministros europeus acordam reforço de proteção de dados na internet
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os ministros europeus da Justiça chegaram a um acordo político para adaptar a legislação sobre a proteção de dados pessoais.

Pela primeira vez reconhece-se o direito dos cidadãos de reivindicar a exclusão de informação pessoal prejudicial e não pertinente da internet.

A comissária europeia da Justiça, Consumidores e Igualdade de Género, Věra Jourová, diz que se deu um grande passo para adaptar a Europa à era digital, mas reconhece que alguns campos podem ser melhorados: “A regulamentação da proteção de dados estabelecerá um conjunto único de regras nesta matéria, válidas em toda a União Europeia. Por isso, acaba-se a fragmentação de regras por Estado-membro.”

As novas regras ainda têm de ser aprovadas pelo Parlamento Europeu, mas até ao final do ano espera-se um acordo definitivo.

Para alguns operadores, o acordo ameaça o mercado dos negócios pela internet.