EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Proença toma posse na Liga de Clubes para rentabilizar o futebol

Proença toma posse na Liga de Clubes para rentabilizar o futebol
Direitos de autor 
De  Francisco Marques com LUSA
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

O antigo árbitro contava com o apoio de Sporting e FC Porto e somou 32 votos contra 23 do antigo dirigente "leonino", a quem o apoio de Benfica e Braga não bastou para ser reeleito

PUBLICIDADE

Pedro Proença tomou posse esta quinta-feira da presidência da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), numa cerimónia na qual se destacaram as ausências de representantes do Benfica, do Sporting de Braga e a do seu antecessor, Luís Duque.

Pedro Proença toma posse como presidente da Liga, sem Benfica, Braga e Luís Duque (http://t.co/F9ThI0KkDN)

— Agência Lusa (@Lusa_noticias) 30 julho 2015

Quem é Pedro Proença?

Nascimento: 3 de novembro de 1970 (44 anos)
Família: Casado com Carla Rufino, 1 filha
Naturalidade: Lisboa, Portugal
Profissão: Diretor financeiro/ contabilista

Árbitro: desde 1988
Árbitro de 1.a categoria: 1998
Árbitro FIFA desde 2003
Árbitro Elite UEFA desde 2009

Ponto alto: 2012
Final da Liga dos Campeões
Final do Euro'2012

Último jogo:
Atribuição de 3.° e 4.° lugar no Mundial de clubes
(20 de dezembro 2014)

Retirou-se a 22 de janeiro de 2015. A 3 de julho foi eleito para o Comité de Arbitragem da UEFA. A 28 de julho foi eleito presidente da LPFP

No discurso de circunstância, o novo presidente da LPFP destacou que “mesmo nos momentos de adversidade, a Liga perseverou”. “Não só devido ao empenho e dedicação de todos, mas também porque permaneceu fiel aos seus princípios”, disse Proença, admitindo que a sua equipa “tudo fará para dignificar os valores de profissionalismo, rigor e credibilidade” do organismo.

Pedro Proença considerou ainda que o futebol português “atravessa um período difícil, dada a inexistência de um modelo competitivo voltado para o negócio”, esclarecendo que toda essa situação “contribuiu para o atual estado de insolvência financeira”.

“Sem qualquer pudor, assumo que os desafios que enfrentamos são reais e não serão solucionados facilmente, nem num curto espaço de tempo. Mas asseguro-vos que esta direção tudo fará para resolvê-los”, prometeu.

Como objetivo, Pedro Proença explicou que será necessário “definir um plano estratégico para a Liga, aumentar a competitividade, definir um modelo justo, transparente e equitativo de distribuição de receitas e gerar mais valor para os ‘stakeholders’”.

“Para além disso é preciso introduzir novas tecnologias; criar um modelo baseado na meritocracia e competência; adotar as práticas de sucesso das principais ligas europeias; rentabilizar as várias vertentes do espetáculo e atrair mais público e mais patrocínios”, referiu ainda.

Pedro Proença reforçou ainda a posição do futebol português na Europa, mostrando-se otimista em relação ao futuro. “Continuamos a ser uma das mais competitivas ligas europeias e mundiais. Temos os melhores jogadores do mundo, treinadores de mérito reconhecido internacionalmente, árbitros de craveira mundial, dirigentes competentes, empresários desportivos bem-sucedidos. Organizamos, com excelência, fases finais de competições internacionais. Temos tudo para dar certo”, finalizou.

Proença bateu Luis Duque por 9 votos

Pedro Proença admitiu terça-feira, no primeiro discurso logo após a eleição para a presidência da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), o desejo de reunir “todos os clubes, sem exceção” em torno do objetivo a que se propôs para o organismo. “Serei o presidente de todos os clubes, sem exceção, e é com muita honra que vou abraçar esta causa”, disse numa breve declaração aos jornalistas, logo após as eleições.

ÚLTIMA HORA: Liga de Futebol tem novo líder (apoiado por FCP e Sporting): Pedro Proença http://t.co/trIeqQEtM7pic.twitter.com/eCyxIw9323

— Expresso (@expresso) 28 julho 2015

Pedro Proença, de 44 anos, foi eleito para presidente da Liga de clubes, conseguindo 32 votos contra 23 de Luís Duque. O antigo Presidente da SAD do Sporting, que tinha curiosamente o apoio, entre outros, de Benfica, Sporting de Braga e Belenenses, deixou o cargo ao final de nove meses. Eleito a 27 de outubro de 2014, desta feita apenas seis clubes do primeiro escalão da LPFP e 11 do segundo votaram em Duque.

(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)0; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = “//connect.facebook.net/pt_PT/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3”; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));> O futebol português está de parabéns!Os Clubes podem olhar para o futuro com mais esperança e tenho a certeza que todos…

Posted by Presidente do Sporting Clube de Portugal – Bruno de Carvalho on Terça-feira, 28 de Julho de 2015

Vitor Pereira felicita Pedro Proença

O presidente do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol felicitou Pedro Proença pela eleição. Vitor Pereira manifestou-se disponível para uma “colaboração profícua em benefício do futebol português.” “Na qualidade de presidente do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol, venho, por este meio, felicitá-lo pela eleição e desejar-lhe as maiores felicidades para o mandato como presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional. Manifesto a minha total disponibilidade e do Conselho de Arbitragem para uma colaboração profícua em benefício do futebol português”, pode ler-se em mensagem enviada por Vitor Pereira, a que a Lusa teve acesso.

Associação de árbitros elogia novo lider da Liga

A Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF) também felicitou o antigo árbitro Pedro Proença pela eleição para o cargo de presidente da LPFP, sete meses após ter decidido pendurar em definitivo o apito. “Como pessoa, árbitro e profissional, sempre pautou a sua postura pela correção, elevação e superação, somando, na sua carreira, inúmeros êxitos a nível nacional e internacional”, refere o organismo em comunicado.

A APAF manifesta a vontade de que o organismo e a LPFP “possam ser parceiros de entendimento e diálogo, nos desafios relacionados com o futebol português e em particular com a arbitragem Portuguesa”.

PUBLICIDADE

Veja aqui a reportagem especial realizada em 2014 pela SIC com Pedro Proença

PEDRO PROENÇA – ÁRBITRO DE ELITEpar duncan_lx

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Abstenção e desconhecimento sobre a UE serão teste às eleições europeias em Portugal

Novo aeroporto em Alcochete vai chamar-se Luís de Camões e Alta Velocidade está a caminho

Chega acusa Presidente da República de "traição à pátria, coação e usurpação"