A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Ataque suicida mata ministro do Interior da província mais rica do Paquistão

Ataque suicida mata ministro do Interior da província mais rica do Paquistão
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O ministro do Interior da província de Punjab, a mais rica do Paquistão, morreu este domingo na sequência de um ataque suicida à sua residência, onde decorria um encontro político com cerca de 70 pessoas presentes. De acordo com as autoridades provinciais, Shuja Khanzada ficou soterrado nos escombros do telhado do edifício.

A residência do ministro localiza-se em Shadi Khan, uma aldeia dos distrito de Attock situada cerca de 70 quilómetros a noroeste de Islamabade, a capital do Paquistão. No ataque morreram ainda mais 11 pessoas, entre elas um superintendente adjunto da polícia (foto em baixo).



O comissário Zahid Saeed adiantou que o ataque foi realizado por um suicida que conseguiu iludir os seguranças, infiltrar-se na residência. Após o bombista ter-se feito explodir, o edifício desabou e mais de 20 pessoas ficaram soterradas debaixo dos escombros, das quais 17 foram resgatadas. Há relatos de pelo menos 30 feridos.



O grupo rebelde Lashkar-e-Islam, afiliado aos Talibãs, já reivindicou o ataque, justificando-o como retaliação às operações militares sofridas em zonas tribais. “Este tipo de ataques vai continuar”, avisou SAlahuddin Ayubi, o porta-voz dos insurgentes.

O primeiro-ministro paquistanês, Nawaz Sharif, já condenou o “ataque terrorista” e expressou condolências pelos mortos.

O ministro tinha sido empossado em outubro, estava ao comando das operações locais contra grupos insurgentes em Punjab e já havia recebido ameaças, revelou recentemente o ministro dos Assuntos Parlamentares, Aftab Ahmed Sheikh, ao canal público da televisão paquistanesa.