A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Roménia: O testemunho de um jovem que sobreviveu à tragédia numa discoteca

Roménia: O testemunho de um jovem que sobreviveu à tragédia numa discoteca
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Um dia depois da tragédia que matou quase três dezenas de pessoas, no ‘Club Colectiv’, no centro de Bucareste, capital da Roménia, a euronews falou com um jovem que estava no interior da discoteca onde decorria a apresentação do novo álbum do grupo de rock local “Goodbye to Gravity”. Um evento acompanhado por um espetáculo de luz com efeitos pirotécnicos que terminou em tragédia:

“Eu estava perto da porta, fui dos primeiros a sair. As pessoas que estavam atrás de mim ficaram queimadas, tinham a pele negra. Foram queimados e alguns ficaram dentro do edifício”, explica o músico amador Alex Teodorescu.

As causas do incêndio estão por esclarecer mas, segundo esta testemunha, e ao contrário do que foi dito, não houve nenhuma explosão:

“Quando rebentaram com a porta as chamas ficaram mais altas. Não houve nenhuma explosão, eu não ouvi nenhuma explosão. Penso que se tivesse havido teriam morrido mais pessoas, incluindo eu.”

A entrada, repentina, de oxigénio no espaço fechado, no momento em que derrubaram as portas, terá ajudado à propagação do fogo.