EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Suécia quer expulsar entre 60 e 80 mil refugiados

Suécia quer expulsar entre 60 e 80 mil refugiados
Direitos de autor 
De  Patricia Cardoso com Lusa, Reuters
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Suécia pretende-se para expulsar entre 60 e 80 mil mil pessoas que pediram asilo no país no ano passado. O anúncio foi feito pelo ministro do

PUBLICIDADE

A Suécia pretende-se para expulsar entre 60 e 80 mil mil pessoas que pediram asilo no país no ano passado. O anúncio foi feito pelo ministro do Interior, Anders Ygeman, numa entrevista ao jornal Dagens Industri.

No ano passado, 163 mil pessoas pediram asilo à Suécia. As autoridades analisaram quase metade dos pedidos e 45% foram rejeitados.

A polícia intensificou as operações de controlo, para evitar que os migrantes se escondam, e prepara as expulsões através de voos especiais.

Minister says 1st step is voluntary returns. “But if that doesn’t work, we will need to have returns backed up by force” Anders Ygeman says.

— Radio Sweden (@radiosweden) 28 janeiro 2016

Face ao fluxo de migrantes, a Suécia, com 9,8 milhões de habitantes, retomou o controlo nas fronteiras. O governo prometeu, também, mais agentes policiais após o incidente da semana passada.

Uma empregada, de 22 anos, de um centro de acolhimento de refugiados menores foi apunhalada mortalmente em Molndal, no oeste do país.

O incidente acentuou os receios da população, que considera que o governo não consegue controlar a situação. O Partido Social-Democrata, do primeiro-ministro Stefan Lofven, regista a menor taxa de popularidade em 50 anos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Alemanha: Iraquianos fogem do "exílio de lata"

O futuro da Europa: dos combustíveis fósseis à dependência dos metais?

ABBA World, uma nova exposição em Malmö