Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

EUA presidenciais: Iowa deve mostrar tendência

EUA presidenciais: Iowa deve mostrar tendência
Tamanho do texto Aa Aa

Três democratas e 12 republicanos disputam a indigitação pelos respetivos partidos para as eleições presidenciais nos Estados Unidos, agendadas para 08 de novembro deste ano.

Esta segunda-feira arrancam as consultas para republicanos e democratas no ‘caucus’ (assembleias locais de eleitores) do Iowa.

Trata-se da primeira etapa do processo eleitoral e que revela uma primeira tendência de voto.

Donald Trump conta com o apoio da esposa e da filha para convencer o eleitorado: “Um homem que acompanhei durante os últimos dez anos e vi fazer e negociar o que ninguém mais poderia ter feito e é isso que este país precisa”.

Hillary Clinton, 68 anos, que começou por se considerada como a grande favorita surge ao longo dos últimos meses menos apreciada.É também a filha que tenta falar ao eleitorado no Iowa: “Tenho uma filha de 16 meses Charlotte e o seu pequeno irmão ou irmã está a caminho. E eu estou apenas a sublinhar o sentido de responsabilidade, a próxima pessoa que será o nosso presidente vai conduzir o país em que meus filhos vão crescer”.

Também na corrida, Bernie Sanders, 74 anos, senador independente do estado de Vermont desde 2007. É descrito como um “socialista democrata” e é a surpresa da campanha das primárias, ao reunir multidões cada vez maiores e ao subir progressivamente nas sondagens.

Bastante combativo no Iowa, Ted Cruz, 45 anos, senador do Texas há cerca de três anos. Cruz é um dos representantes da ala mais conservadora do Partido Republicano, designada como ‘Tea Party’.