EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Reino Unido: País "terá mais êxito numa Europa reformada" - David Cameron

Reino Unido: País "terá mais êxito numa Europa reformada" - David Cameron
Direitos de autor 
De  Miguel Roque Dias com Reuters, AFP
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

David Cameron defendeu, esta manhã no Parlamento britânico, que o Reino Unido ao permanecer na União Europeia vai conseguir “o melhor dos dois

PUBLICIDADE

David Cameron defendeu, esta manhã no Parlamento britânico, que o Reino Unido ao permanecer na União Europeia vai conseguir “o melhor dos dois mundos”, depois de aprovadas as propostas de reforma, de Londres.

O primeiro-ministro disse, ainda, que o país “terá mais êxito numa Europa reformada”.

“Se permanecermos, a Grã-Bretanha vai estar lá, para controlar o orçamento, afastar legislação desnecessária e assegurar que os compromissos, que assegurámos nestas negociações, sejam cumpridos, assegurando, assim, que a Grã-Bretanha pode ter o melhor dos dois mundos”, assegura David Cameron.

Para o líder do Partido dos Trabalhadores e defensor da permanência na União Europeia, Jeremy Corbyn, o acordo proposto por Cameron é vazio e não passa de ruído.

“Acreditamos que o primeiro-ministro tem vindo a negociar as metas erradas, de forma errada, por razões erradas. Apesar de todos este barulho, o primeiro-ministro acabou, exatamente, onde ele sabia que iria acabar: defendendo a permanência na Europa, que foi sempre o seu objetivo, apesar do espetáculo da negociação, coreografado para as câmaras de televisão, de todo o continente”, acusa Corbyn.

Os principais jornais britânicos não poupam David Cameron, alguns apelidando o acordo proposto de “farsa”, “piada” e “ilusão”.

A tarefa do primeiro-ministro para convencer os britânicos a votar na permanência numa “Europa reformada”, no referendo, prevê-se conturbada.

O escrutínio poderá ser marcado para 23 de junho, não havendo, ainda, data confirmada.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Divisões no Parlamento Europeu por causa da proposta de acordo com Reino Unido

Brexit: o que diz a imprensa internacional?

"Brexit": Cameron mostra-se satisfeito com propostas da União Europeia