This content is not available in your region

Jornalistas raptados na Turquia já foram libertados

Access to the comments Comentários
De  Euronews  com REUTERS
euronews_icons_loading
Jornalistas raptados na Turquia já foram libertados

Três jornalistas da agência de notícias estatal turca Anadolu foram libertados depois de terem sido raptados por membros do PKK, o Partido de Trabalhadores do Curdistão.

Os jornalistas – um correspondente, um fotojornalista e um repórter de imagem -estavam em trabalho no sudeste maioritariamente curdo da Turquia, segundo a agência, e o rapto, que durou mais de 48 horas, deu-se na cidade de Mardin.

O sudeste da Turquia tem sido atingido por ondas de violência desde o colapso do cessar-fogo, em Julho, entre o PKK e o Estado turco.
Numa luta de três décadas por autonomia contra o governo, que já matou mais de 40 mil pessoas, o PKK é considerado por Ancara, Washington e a União Europeia como uma organização terrorista.