EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Paris: Noites em branco contra as alterações à Lei do Trabalho

Paris: Noites em branco contra as alterações à Lei do Trabalho
Direitos de autor 
De  Nara Madeira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Centenas de pessoas, do movimento ‘Nuit Debout’, que em português significa passar a noite a pé, concentraram-se pela quinta tarde e noite

PUBLICIDADE

Centenas de pessoas, do movimento ‘Nuit Debout’, que em português significa passar a noite a pé, concentraram-se pela quinta tarde e noite, consecutivas, na Place de la Republique, em Paris. Para esta terça-feira estão marcados vários protestos em várias cidades francesas.

1 foule de citoyens impressionnante pour cette assemblée du #35Mars#NuitDebout Ah oui, on est toujours en mars ;-) pic.twitter.com/SFTWEWEjQ2

— Nuit Debout (@nuitdebout) 4 de abril de 2016

Os manifestantes pretendem mostrar a sua indignação face às alterações à Lei do Trabalho que vão, segundo eles e entre outras coisas, favorecer o trabalho precário:

“A ideia é revoltarmo-nos porque precisamos de esperança. Precisamos de fazer com que as pessoas tenham vontade de investir na política, porque as pessoas estão desapontadas em relação ao que se passa em França, neste momento”, adianta uma das manifestantes Sophie Tissier.

“O objetivo é que esta revolta possa partir daqui e impressionar, verdadeiramente, as autoridades. O objetivo é ver o medo mudar para o outro lado”, diz Guillaume, outro manifestante.

https://t.co/qUBPQuNE3Q Nous appelons à soutenir toutes les #NuitDebout Signez et faites signer cet appel !

— Nuit Debout (@nuitdebout) 5 de abril de 2016

Esta terça-feira, uma comissão parlamentar inicia a avaliação das emendas ao projeto de lei que será debatido no parlamento a partir de 3 de maio.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Macron desloca-se à Nova Caledónia para tentar pôr termo à violência no arquipélago

Polícia francesa mata homem que tentava incendiar sinagoga em Rouen

Pelo menos dois guardas prisionais mortos em ataque a carrinha celular em França