EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Humidificadores terão morto mais de 90 pessoas na Coreia do Sul

Humidificadores terão morto mais de 90 pessoas na Coreia do Sul
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira com Reuters
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A empresa no centro do turbilhão é a britânica Reckitt-Benckeiser.

PUBLICIDADE

Era um pedido de desculpas público, mas o presidente da filial sul-coreana do grupo britânico Reckitt-Benckeiser acabou por ser agredido.

O pedido de desculpas devia-se aos efeitos dos produtos da filial Oxy, como humidificadores e desinfetantes do ar, que causaram mortes e lesões severas nos pulmões a várias pessoas. Pensa-se que 92 pessoas possam ter morrido devido a estes produtos, embora nem todos fabricados pela Reckitt-Benckeiser. Os consumidores coreanos exigem mais que pedidos de desculpa: “O boicote à empresa espalhou-se como o fogo pela sociedade sul-coreana e este pedido de desculpas é, sobretudo, uma maneira de o prevenir”, diz Lim Heung-Kyu, do Centro Asiático para a Saúde e Ambiente dos Cidadãos.

A empresa teve já de desembolsar 10 mil milhões de dólares na criação de fundos, para evitar indemnizações. Na Austrália, a Reckitt-Benckeiser enfrenta outro tipo de sarilhos, devido a publicidade enganosa do analgésico Nurofen.

#ReckittBenckiser#Korea#Oxy apology met with protest #Disinfectant#Humidifierhttps://t.co/gT1WcXbHb8pic.twitter.com/at30fnQB7K

— santhanam (@sanvai) May 2, 2016

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Pyongyang promete suspender envio de balões com lixo após ameaças da Coreia do Sul

Líder do principal partido da oposição da Coreia do Sul esfaqueado no pescoço

Líder do Malawi pede investigação independente à morte do vice-presidente em acidente de aviação