EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Bélgica: Greve obriga militares a ocuparem posto de guardas prisionais

Bélgica: Greve obriga militares a ocuparem posto de guardas prisionais
Direitos de autor 
De  Nara Madeira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Na Bélgica foi necessária a intervenção de militares em prisões devido à greve dos guarda que decorre há quase três semanas. Até a polícia e

PUBLICIDADE

Na Bélgica foi necessária a intervenção de militares em prisões devido à greve dos guarda que decorre há quase três semanas. Até a polícia e elementos da Cruz Vermelha deram assistência enquanto os guardas protestavam no exterior de um desses estabelecimentos prisionais:

Coronel Jean-Louis Crucifix: “O que cria problema é que o Ministério da Defesa intervém numa questão social e substitui-se a um verdadeiro diálogo social.”

Jornalista: “E é esse o seu papel?”

Coronel Jean-Louis Crucifix: “Em princípio não.”

Um protesto contra a falta de segurança agravada pelo corte no orçamento destinado às prisões, duas em Bruxelas e uma em Liège, que continua mesmo depois do ministro da Justiça ter proposto a contratação de 405 novos guardas ainda este ano. Para os sindicatos não é suficiente.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Greve em Itália após explosão mortal em central hidroelétrica

Greve geral de jornalistas paralisa mais de 40 órgãos de comunicação social em Portugal

Alemães enfrentam greve dos maquinistas e comissários de bordo no mesmo dia