Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

França: Greves por causa de reforma da legislação laboral geram tensão entre sindicatos

França: Greves por causa de reforma da legislação laboral geram tensão entre sindicatos
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Com a reforma da lei do trabalho como pano de fundo, em Fougères, no norte de França, comerciantes e patrões de Micro, Pequenas e Médias Empresas vaiaram, esta terça-feira, o líder da Central Geral dos Trabalhadores (CGT). Aproveitaram a visita de Philippe Martinez à cidade para manifestar o descontentamento com as ações da central sindical.

Na mesma linha, o líder da organização do patronato MEDEF também criticou a CGT. Em declarações ao jornal “Le Monde”, Pierre Gattaz comparou os grevistas a “terroristas.” Philippe Martinez decidiu avançar com uma queixa por difamação.

“Quando existe tanto ódio contra uma organização sindical, quando se desenvolve este ambiente, Pierre Gattaz, com algumas coisas que disse, também é responsável, porque falar de terrorismo num país que viveu o que viveu é absolutamente escandaloso”, denunciou o líder da CGT, Philippe Martinez.

O primeiro-ministro francês, Manuel Valls, sublinhou que os comentários de Pierre Gattaz não são aceitáveis à semelhança dos bloqueios promovidos pela CGT.