Última hora
This content is not available in your region

Banco de Inglaterra mantém taxa de juro apesar do "Brexit"

De  Euronews
euronews_icons_loading
Banco de Inglaterra mantém taxa de juro apesar do "Brexit"
Tamanho do texto Aa Aa

A conclusão da primeira reunião do Banco de Inglaterra após o referendo que ditou o “Brexit” revelou-se uma deceção para os mercados devido à manutenção da taxa de juro de referência. Até a valorização da libra esterlina dos últimos dias “travou” face a esta decisão.

Face aos efeitos negativos pela perspetivada saída do Reino Unido da União Europeia, os investidores esperavam uma redução da atual taxa para metade, mas o regulador da banca britânica decidiu manter a taxa no meio ponto percentual. A redução poderia beneficiar o crédito e o mercado imobiliário, mas seria prejudicial para as poupanças e colocaria mais pressão sobre a libra esterlina.

O organismo liderado por Mark Carney esteve reunido dois dias com a Comissão de Política Financeira e, com uma votação de oito contra um entre a comissão executiva, foi decidido manter inalterada a taxa de juro de referência. Foi também aprovado de forma unânime o programa de compra de ativos de 375 mil milhões de libras.

O relatório da reunião revela que a política monmetária e as previsões para economia britânica será revistas no próximo encontro do Banco de Inglatera, previsto para quatro de agosto.