Última hora

Última hora

Praça da República em Paris limpa de homenagens às vítimas de atentados

Praça da República em Paris limpa de homenagens às vítimas de atentados
Tamanho do texto Aa Aa

A Praça da República, em Paris, foi o local onde afluiram espontaneamente milhares de pessoas depois do chocante atentado contra o jornal satírico Charlie Hebdo e, poucos dias depois, acolheu uma enorme manifestação de solidariedade

O município começou esta segunda feira a limpar o local das homenagens simbólicas ali depositadas ao longo de meses.

Alguns transeuntes exprimiam a sua opinião: “Acho isto triste, é como profanar um cemitério. Tenho muitos amigos que foram incluídos na lista de vítimas dos vários ataques. Tudo isso desapareceu, eles estão esquecidos.”

Os sentimentos eram contraditórios: “Por um lado, acho bem que volte a ser o que era antes. Por outro, é tudo aquilo por que as pessoas passaram aqui, tudo o que foi testemunhado.”

A estátua de bronze e o enorme pedestal de pedra branca tornaram-se a tela de memoriais em nome das vítimas de atentados em França e no mundo.

Bruno Julliard, da Câmara de Paris, explicou como se planeou a limpeza da Praça: “Recolhemos todos os símbolos e guardámos nos arquivos municipais de Paris. Fotografámos tudo o que não pudemos recolher, mas pensámos ser altura de devolver à estátua a aparência estética que a torna bela.”

Para além de homenagens às vítimas de terrorismo, a grande praça no coração de Paris acolheu também manifestações contra a lei do trabalho e foi ocupada dias e noites a fio pelo movimento Nuit Debout, o que também deixou marcas.

Os trabalhos de limpeza da Praça da República parisiense deverão estar concluídos a 11 de agosto.