Última hora

Família confirma morte de adolescente britânica na Síria

Família confirma morte de adolescente britânica na Síria
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Morreu uma das adolescentes britânicas que em 2015 se juntou ao autoproclamado Estado Islâmico.

A jovem de 17 anos terá sido morta, em maio, na cidade síria de Raqqa durante um ataque da aviação russa, mas a notícia só agora foi confirmada pela família.

Kadiza Sultana estaria a pensar regressar a casa.

O advogado da família, Tasnime Akunjee, acredita que o facto de divulgar a história pode evitar que outras adolescentes cometam o mesmo erro.

As três adolescentes fazem parte de uma lista composta por cerca de 800 britânicos que decidiram integrar as fileiras dos radicais do Estados Islâmico na Síria e no Iraque.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.