Última hora

Suíça: autoridades rejeitam ligação a terrorismo

Suíça: autoridades rejeitam ligação a terrorismo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Tudo sugere que se trata de um crime passional. Está assim afastada a possibilidade de ato terrorista, segundo as autoridades suíças.

Estamos a falar de sete pessoas que estão feridas, algumas delas com gravidade

Bruno Metzger Porta-voz da polícia, St Gallen

Um indivíduo de 27 anos de nacionalidade suíça tentou este sábado lançar fogo a um comboio no cantão de St Gallen.

O indivíduo estava armado com uma faca e tinha em seu poder um líquido inflamável ao qual tentou pegar fogo.

“Estamos a falar de sete pessoas que estão feridas, algumas delas com gravidade. Seis pessoas estão envolvidas diretamente, outra tentou ajudar e sofreu ferimentos ligeiros. O incidente ocorreu num comboio em movimento que teve que parar. Só depois é que os serviços de emergência conseguiram fazer o seu trabalho”, afirma Bruno Metzger, porta-voz da polícia de St Gallen.

O ataque ocorreu a pouca distância da estação de Salez entre as localidades de Buchs e Sennwald.

Várias ambulâncias acorreram de imediato ao local.

O atacante também sofreu ferimentos e foi transportado para o hospital.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.