EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Cinema: Leão de Ouro para "The Woman who left"

Cinema: Leão de Ouro para "The Woman who left"
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Numa das competições paralelas, o ator português Nuno Lopes foi recompensado com o Prémio _Orizzonti_ para Melhor Ator

PUBLICIDADE

“The Woman who left”, do filipino Lav Díaz, foi o vencedor do Leão de Ouro no Festival Internacional de Cinema de Veneza.

O júri desta 73.ª edição foi presidido pelo cineasta Sam Mendes e contou com a contribuição de Laurie Anderson, das atrizes Chiara Mastroianni, Gemma Arterton, Nina Hoss, e Zhao Wei, dos realizadores Joshua Oppenheimer, Lorenzo Vigas, e ainda do argumentista Giancarlo de Cataldo.

“The woman who left”, retrata a história de uma mulher falsamente acusada de um crime.

New teaser trailer for Lav Diaz's THE WOMAN WHO LEFT#venezia73pic.twitter.com/CSIQyOJoxP

— Films Boutique (@FilmsBoutique) August 31, 2016

O Grande Prémio do Júri do Festival de Veneza foi para “Nocturnal animals”, a segunda longa-metragem do estilista norte-americano Tom Ford.

Um thriller romântico que conta a história de antigos amantes, com Amy Adams e Jake Gyllenhaal como protagonistas.

Tom Ford's NOCTURNAL ANIMALS wins the Silver Lion – Grand Jury Prize at Venice. Our review https://t.co/kANlb0Dqrhpic.twitter.com/6n0WNrc4YE

— The Playlist (@ThePlaylist) September 10, 2016

O Leão de Prata, pela melhor realização, foi atribuído ao mexicano Amat Escalante, por “El región selvaje”, sobre a vida sexual de uma criatura extraterrestre, e ao veterano russo Andrei Konchalovsky, por “Paradise”, um drama sobre o Holocausto.

Numa das competições paralelas, o ator português Nuno Lopes foi distinguido pelo júri da secção Orizzonti, com o Prémio Especial de Melhor Ator, pelo desempenho no filme “São Jorge”, de Marco Martins.

“São Jorge” tem estreia marcada, nas salas portuguesas para 3 de setembro e retrata a realidade da austeridade que o país tem vindo a atravessar nos últimos anos.

Na competição oficial, a norte-americana Emma Stone recebeu o prémio de melhor atriz pelo desempenho em “La La Land”. Uma comédia musical escrita e realizada por Damien Chazelle.

Here’s to the fools who dream… Watch the new #LALALAND teaser trailer starring RyanGosling</a> & Emma Stone. <a href="https://twitter.com/hashtag/Audition?src=hash">#Audition</a><a href="https://t.co/7eqvWZQP7C">https://t.co/7eqvWZQP7C</a></p>&mdash; La La Land (LaLaLand) August 23, 2016

O prémio de melhor ator foi atribuído ao argentino Oscar Martínez, protagonista de “El ciudadano ilustre”, de Maria Eugenia Sueiro.

Neste último dia do Festival, destaque ainda para a projeção – fora da competição – de “A jamais”, do francês Benoît Jacquot.

Trata-se de uma coprodução portuguesa, de Paulo Branco, rodada integralmente em Portugal.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

O grego que vai de Leão à caça do Óscar num ano de greves em Hollywood

Será uma "pizza antiga" nas paredes de Pompeia?

Cyndi Lauper imortalizou as suas impressões digitais e pegadas à porta do TCL Chinese Theatre