Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Síria:O cessar-fogo está em marcha

Síria:O cessar-fogo está em marcha
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A trégua na Síria levou às ruas de Allepo uma aparente normalidade, embora muitos pensem que face aos obstáculos o desafio seja imenso.

O cessar-fogo entre os rebeldes e o regime entrou em vigor na segunda-feira sob um acordo EUA-Rússia mas não foi formalmente aprovada pela oposição nem pela rebelião.

O exército sírio anunciou, contudo, o congelamento das operações militares no país, imediatamente após a entrada em vigor do acordo, mas a população ainda duvida.
“A trégua seria muito bom se os combatentes não nos atacarem. Seria muito bom.”

A cessação das operações “será aplicada no território da República Árabe da Síria, durante sete dias, até 18 de setembro à meia-noite, segundo um comunicado militar.

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, defendeu que o acordo EUA-Rússia sobre a Síria representa a “última oportunidade de salvar” o país, devastado pela guerra desde 2011. “Acreditamos que a única solução realista e viável para o conflito é, em última análise, uma solução política”, declarou Kerry que falava aos jornalistas em Washington.

De visita a Daraya, presidente sírio afirmou que vai respeitar o cessar-fogo, prometendo que está pronto para recuperar o controle do seu país. Bachar al-Assad fez saber que os militares reservam-se o direito de ripostar de forma consequente e de utilizar todos os meios para responder a todas as violações e agressões por parte dos grupos armados.