EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

EUA pagam um milhão de euros a família de vítima de ataque com drones

EUA pagam um milhão de euros a família de vítima de ataque com drones
Direitos de autor 
De  Nelson Pereira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O governo dos Estados Unidos pagou um milhão de euros à família do italiano Giovanni Lo Porto, morto num ataque americano com drones em 2015, no Paquistão.

PUBLICIDADE

O governo dos Estados Unidos pagou um milhão de euros à família do italiano Giovanni Lo Porto, morto num ataque americano com drones em 2015, no Paquistão.

O italiano, que tinha 37 anos, trabalhava para a organização não-governamental alemã Welt Hunger Hilfe e estava refém do grupo terrorista Al-Qaeda.

Durante a operação anti-terrorista morreu também Warren Weinstein, um norte-americano de 73 anos que trabalhava com a mesma ONG.

Giovanni Lo Porto tinha sido sequestrado em janeiro de 2012 na cidade paquistanesa de Multan.

O Presidente norte-americano, Barack Obama, tinha admitido no ano passado a morte dos dois trabalhadores humanitários.

É a primeira vez que acontece um acordo deste tipo entre o governo americano e a família de uma vítima de uma operação com drones.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Morreu o ex-vocalista dos Smash Mouth, grupo que deu "brilho" à banda sonora de Shrek

Morreu o músico Jimmy Buffet (1946 - 2023, 76 anos)

Tiroteio mortal, nos EUA: Polícia local fala em motivações raciais, o atirador "odiava os negros"