Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

EUA pagam um milhão de euros a família de vítima de ataque com drones

EUA pagam um milhão de euros a família de vítima de ataque com drones
Tamanho do texto Aa Aa

O governo dos Estados Unidos pagou um milhão de euros à família do italiano Giovanni Lo Porto, morto num ataque americano com drones em 2015, no Paquistão.

O italiano, que tinha 37 anos, trabalhava para a organização não-governamental alemã Welt Hunger Hilfe e estava refém do grupo terrorista Al-Qaeda.

Durante a operação anti-terrorista morreu também Warren Weinstein, um norte-americano de 73 anos que trabalhava com a mesma ONG.

Giovanni Lo Porto tinha sido sequestrado em janeiro de 2012 na cidade paquistanesa de Multan.

O Presidente norte-americano, Barack Obama, tinha admitido no ano passado a morte dos dois trabalhadores humanitários.

É a primeira vez que acontece um acordo deste tipo entre o governo americano e a família de uma vítima de uma operação com drones.